“Barros vai ser entregue às piranhas para salvar Bolsonaro”, diz Frota

Eleito na onda bolsonarista em 2018 e rompido com o governo desde 2019, o deputado Alexandre Frota (PSDB-SP) assina hoje seu décimo pedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro. Frota é um dos signatários do chamado superpedido de impeachment. Na avaliação dele, integrantes da tropa de choque do Planalto vão entregar a “cabeça” do líder do governo, Ricardo Barros (PP-PR), para preservar o presidente.

“Fui o primeiro a dizer que este governo é corrupto. E fui massacrado por isso. Agora entendem que é um governo de bandido, de propineiro”, disse ao Congresso em Foco. “Barros vai ser entregue às piranhas para salvar Bolsonaro”, acrescentou, em alusão ao deputado suspeito de participar de esquema de corrupção no Ministério da Saúde.

Frota entregou hoje ao relator da CPI da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL), documentos que indicam, segundo ele, que pessoas investigadas na CPI das Fake News estão por trás dos ataques a membros da atual comissão parlamentar de inquérito. Segundo ele, os nomes têm ligação com gabinetes de parlamentares, como o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).

Para o deputado, que trocou o PSL pelo PSDB depois de ter rompido com Bolsonaro, o Centrão ainda apoia Bolsonaro por receber as benesses do Planalto, como emendas parlamentares e cargos na administração federal. “Agora estão confabulando como livrar o Bolsonaro. “O Centrão é dinheiro na mão, calcinha no chão”, emendou.

Alexandre Frota lembra que o Centrão apoiou os governos Lula, Dilma e Michel Temer e não terá dificuldade em romper com Bolsonaro se constatar que o presidente está caindo. “Bolsonaro está sentado no colo do Arthur Lira. Se ele derrapar, cai”, disse o deputado.

> “Ministério da Saúde é a Petrobras de Bolsonaro”, diz vice-líder do PSD

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo