Suspeito de ameaçar matar Maia e ministros do STF é preso em MG

A Polícia Federal prendeu nesta segunda-feira (13), em Belo Horizonte (MG), um homem suspeito de ameaçar de morte o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e os ministros do Supremo Tribunal Federal.

Segundo a PF ele gravava vídeos dizendo que derrubaria as autoridades “na bala” e que os deixariam “igual a uma peneira”. O homem não teve a identidade revelada, mas a polícia disse que as ameaças aconteciam pela internet. Foram encontradas em sua posse três armas de fogo, além de munições. Ele foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo.

"Investigações, iniciadas em maio deste ano, identificaram um homem que teria proferido ataques a autoridades e instituições. Em vídeos publicados em ambiente virtual, ele teria feito ameaças diretas à vida de determinadas pessoas, citando processo violento ou ilegal, com o fim de obstar o livre exercício dos Poderes da União", diz a PF.

A polícia apreendeu também um computador, um celular e as roupas que ele utilizava para a gravação dos vídeos. Apesar de responder o processo em liberdade, se condenado, o homem poderá cumprir até 13 anos de prisão.

> Major Olimpio diz que sairá do PSL por reaproximação da sigla com Bolsonaro

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!