Múcio oficializa pedido de aposentadoria e abre caminho para Jorge Oliveira no TCU

O ministro José Múcio oficializou o seu pedido de aposentadoria do Tribunal de Contas da União (TCU). A formalização do pedido foi feita na última terça-feira (6), segundo informações do gabinete do presidente do TCU. José Múcio permanecerá no cargo até o final do ano, concluindo, dessa forma, o seu mandato como presidente do tribunal.

>Após rejeição, bancada evangélica aceita indicação de Kassio para o STF

Também na terça-feira (6), o presidente Jair Bolsonaro indicou o atual ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira, para ser o sucessor de Múcio. O nome de Oliveira circulava nos bastidores como o principal cotado para a vaga. A sabatina do futuro ministro está prevista para o dia 20 de outubro tanto na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado quanto no Plenário, caso seu nome seja admitido pela comissão.

Para o mesmo dia está prevista a sabatina de Kássio Nunes, para ocupar a vaga que se abre no Supremo Tribunal Federal (STF), pela cadeira deixada pela aposentadoria do ministro Celso de Mello na próxima terça-feira (13).

Além de um nome para a vaga que se abre na Secretária-Geral da República, o presidente Bolsonaro deverá indicar no próximo ano, um novo nome para substituir o ministro Marco Aurélio Mello, que vai se aposentar. Para preencher a vacância na suprema corte, nomes ligados à bancada evangélica estão sendo estudados pelo presidente.

>Malafaia entregou lista de evangélicos para Bolsonaro indicar ao STF. Veja os nomes

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!