Temer diz que convidou Bolsonaro para viagens internacionais

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) se reuniu hoje (quarta, 7) em Brasília com o presidente Michel Temer (MDB) para dar início oficial à transição entre os governos. Após o primeiro encontro entre eles após as eleições, Temer e Bolsonaro fizeram breve pronunciamento à imprensa.

Nos poucos minutos em que os dois falaram, Temer afirmou que está disposto a colaborar com o novo governo e convidou Bolsonaro para viagens internacionais ainda este ano, durante a transição. Bolsonaro agradeceu Temer por recebê-lo e disse que ano que vem voltará a pedir que ele o atenda.  É a primeira vez que Bolsonaro vai ao Palácio do Planalto desde que foi eleito.

"Convidei o presidente para fazer viagens comigo ao exterior. Tem viagens programadas e mencionei o G20 no fim do mês, mas não sei se ele poderá ir”, disse Temer.

O presidente disse ainda que está disposto a enviar ao Congresso Nacional projetos de interesse do novo governo. Questionado por jornalistas se os dois conversaram sobre a reforma da Previdência, que tramita na Câmara dos Deputados, o atual presidente e o presidente eleito não responderam.

A equipe de transição já começou a trabalhar. As reuniões de trabalho acontecem no Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB), em Brasília. O ministro extraordinário, deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS) é o coordenador do grupo, que também conta com os ministros anunciados por Bolsonaro Paulo Guedes (Economia), Marcos Pontos (Ciência e Tecnologia) e o general Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional).

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!