Pandemia: 57,2% reprovam atuação de Bolsonaro no combate à crise

A Confederação Nacional do Transporte (CNT) divulgou há pouco mais uma rodada da pesquisa de opinião e o número de pessoas que desaprovam a atuação de Jair Bolsonaro na pandemia também aumentou, passando de 42% em fevereiro para 57,2%.

>>Leia a íntegra da pesquisa 

Os entrevistados também foram questionados sobre quem seria o principal responsável pela demora na vacinação contra a covid-19: 49% apontaram Bolsonaro; 24,3% “Todos eles (presidente, governador e prefeito)”; 8,1% “nenhum deles”; 5,6% culpam o governador de seu estado; 5,2% avaliam que não houve demora; 1,4% culpam o prefeito; 1,9% apontam a responsabilidade a “outros” e 4,4% não souberam ou não responderam.

> Avaliação negativa do governo Bolsonaro sobe para 48,2%, mostra pesquisa

> Eleições 2022: Lula tem 41,3%, e Bolsonaro, 26,6%, aponta CNT

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo