Governo envia Força Nacional para combater incêndios no Pantanal

O Ministério da Justiça e Segurança Pública publicou uma portaria (íntegra) nesta quarta-feira (23) que determina o emprego da Força Nacional de Segurança Pública para auxiliar as equipes locais no combate aos incêndio no Pantanal, no Mato Grosso.

>Bolsonaro mente e distorce informações pelo menos 15 vezes em discurso na ONU

Segundo a portaria assinada pelo ministro André Mendonça, a Força Nacional estará disponível por 30 dias, prazo que pode ser prorrogado por meio de solicitação do governo estadual. A equipe vai oferecer apoio logístico e infraestrutura para o enfrentamento dos incêndios. O contingente seguirá planejamento definido pela diretoria da Força Nacional de Segurança pública ligada ao ministério.

A falta de apoio do governo Federal no combate aos incêndios no Pantanal mato-grossense foi alvo de críticas feitas pelo deputado Federal Rodrigo Agostinho (PSB-SP), coordenador da Frente Parlamentar Ambientalista, durante audiência pública do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o emprego dos recursos do Fundo Clima pelo governo.

"O estrago causado pelo fogo é real e está lá para quem quiser ver. (...) Infelizmente, o Brasil não está de parabéns e não é um exemplo de preservação ambiental. (...) Por lá, percebemos uma ausência total do Estado brasileiro", afirmou o deputado, na tarde desta terça-feira (22), último dia da audiência, ao relatar a situação presenciada pela frente parlamentar em visita ao locais devastados pelo incêndio, que acomete o o pantanal nos últimos meses.

A pesquisadora da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), a bióloga Cátia Nunes Cunha, denunciou ao Congresso em Foco, no início do mês, a falta de estrutura para se conter o avanço do fogo na região.

>Em esforço concentrado, senadores aprovam 11 indicações de autoridades

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!