Bolsonaro terá reunião com Queiroga sobre uso facultativo de máscaras

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a falar criticar as máscaras de proteção contra o coronavírus e disse que vai se reunir com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para tornar o uso delas “facultativo”. De acordo com o presidente, o número de pessoas vacinas permitiria esta mudança. Ele também disse que os dois terão uma conversa nesta segunda (23) para tratar do assunto.

“Pela quantidade de vacinados, pela quantidade de pessoas que contraiu o vírus, a ideia é tornarmos facultativo o uso de máscaras. Talvez tenha uma data a partir de hoje para essa recomendação do ministério” disse Bolsonaro em entrevista à Rádio Nova Regional, do Vale do Ribeira, em São Paulo.

Bolsonaro já havia falado em tirar a obrigatoriedade do uso de máscaras em junho deste ano quando afirmou que Queiroga iria “ultimar parecer visando a desobrigar o uso de máscara por aqueles que estejam vacinados ou que já foram contaminados”. Desta vez, porém, questionado sobre volta à normalidade, Bolsonaro afirmou que pediu um estudo ao Ministério da Saúde.

O presidente também repetiu ataques aos governadores e prefeitos, afirmando que o Supremo Tribunal Federal deu a eles poderes para ignorarem o governo federal. Em fevereiro, Bolsonaro chegou a ir à suprema corte na tentativa de barrar ações de governos locais para barrar o avanço do coronavírus, como decretos proibindo aglomerações durante a pandemia.

> Programa Nacional de Imunizações permanece sem comando, apesar da pandemia

> Governo edita vídeo que critica máscaras, mas esquece de trocar endereço

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito.
Mantenha o Congresso em Foco na frente.
JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo