Bolsonaro anuncia André Luiz Mendonça para AGU

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), anunciou, na manhã desta quarta-feira (21) o nome do advogado André Luiz de Almeida Mendonça para comandar a Advocacia-Geral da União (AGU), que tem status de ministério, a partir do ano que vem. André Luiz substituirá a atual AGU, Grace Mendonça, que está no cargo desde setembro de 2016.

André Luiz é funcionário de carreira da AGU. Está no órgão desde 2000 e atualmente ocupa o cargo de Corregedor-Geral. Formado em Direito pela Faculdade de Direito de Bauru (SP), ele é mestre em Corrupção e Estado de Direito pela Universidade de Salamanca (Espanha).

A indicação foi confirmada por Bolsonaro em sua conta no Twitter.

André Luiz Mendonça também foi diretor do Departamento de Patrimônio Público e Probidade Administrativa (DPP) da Procuradoria-Geral da União e coordenou o Grupo Permanente de Atuação Pró-Ativa da AGU. O departamento foi o responsável por recuperar, em 2011, R$ 329,9 milhões desviados em esquemas de corrupção.

A indicação é a 11ª  da equipe de governo de Bolsonaro. Já foram confirmados pelo presidente eleito Paulo Guedes (Economia), Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia), Tereza Cristina (Agricultura), Fernando Azevedo e Silva (Defesa), Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública), Ernesto Araújo (Relações Exteriores), a permanência de Wagner Rosário no Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) e Luiz Henrique Mandetta (Saúde).

Terceiro ministro do DEM causa “ciúmes” e partidos ameaçam Previdência

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!