Vereadores do Rio querem CPI para investigar deputado Rodrigo Bethlem

A decisão de propor a CPI surgiu depois de denúncias feitas pela ex-mulher do parlamentar, Vanessa Felippe, de que Bethlem recebia uma mesada da organização não governamental (ONG) Casa Espírita Tesloo, enquanto era secretário municipal

Oito vereadores apresentam, na tarde de hoje (5), ao plenário da Câmara Municipal do Rio de Janeiro a proposta de criação de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) para investigar a atuação do deputado federal Rodrigo Bethlem (PMDB-RJ), quando esteve à frente da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, entre 2010 e 2012. A afirmação foi feita pelo vereador Paulo Pinheiro (Psol).

A decisão de propor a CPI surgiu depois de denúncias feitas pela ex-mulher do parlamentar, Vanessa Felippe, de que Bethlem recebia uma mesada da organização não governamental (ONG) Casa Espírita Tesloo, enquanto era secretário municipal. A ONG tinha contratos com a secretaria.

“Uma das funções das casas legislativas é fiscalizar o trabalho do poder Executivo. Diante desse quadro todo que está se apresentando, em que o próprio prefeito pediu que sua controladoria instaurasse uma tomada de contas para avaliar isso, é absolutamente necessária a instalação de uma CPI. Para apurar justamente como foram gastos os recursos dessas secretarias diante dessas denúncias. Queremos convencer nossos colegas vereadores que ainda não estão convencidos, de que é importante averiguar”, disse Pinheiro.

Para a criação da CPI é preciso coletar mais nove assinaturas, além das oito. A pedido do Ministério Público Estadual, a juíza Alessandra Cristina Tufvesson Peixoto, da 3ª Vara de Fazenda Pública, determinou o bloqueio de bens de Bethlem, de sua ex-mulher e do dirigente da ONG na época Sérgio Pereira de Magalhães Junior.

Bethlem negou as denúncias. Mas, diante da situação, desistiu de concorrer à reeleição à Câmara dos Deputados para cuidar da família e preparar sua defesa.

 

Assine a Revista Congresso em Foco em versão digital ou impressa

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!