Estamos mudando o site. Participe enviando seus comentários por aqui.

Só 2 em cada 10 brasileiros estão otimistas com a eleição, aponta CNI/Ibope. Pessimismo é atribuído à corrupção

 

Apenas dois em cada dez brasileiros estão otimistas com a eleição deste ano, indica pesquisa Ibope, encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e divulgada nesta terça-feira (13). O levantamento mostra que 44% dos eleitores se disseram "pessimistas" com a eleição presidencial. Além dos 20% que afirmaram estar "otimistas", 22% declararam não estar nem otimistas nem pessimistas.

De acordo como estudo, intitulado “Retratos da sociedade brasileira – perspectivas para as eleições de 2018”, 30% dos que disseram estar pessimistas com a eleição atribuem essa expectativa à corrupção. Para 19%, o principal motivo do desalento é a perda de confiança no governo e nos candidatos. Na avaliação de 16%, o pessimismo se deve à falta de opção entre os pré-candidatos. Outros 11% reclamaram da falta de renovação entre os nomes colocados.

O Ibope também questionou as razões daqueles que se declaram otimistas. O principal motivo apontado foi a possibilidade de mudança e renovação (32%). Já 19% apontaram a esperança no voto ou na participação popular para justificar a empolgação com as eleições.

A pesquisa também questionou os entrevistados se acreditavam nas promessas de campanha dos candidatos: 75% disseram não confiar integralmente, e outros 24% informaram acreditar ao menos um pouco nelas.

O levantamento mostra que o PT, mesmo com todo o desgaste sofrido, ainda é o partido que goza de maior simpatia entre os entrevistados. Dos ouvidos, 19% disseram ser simpáticos ao PT. Atrás ficaram MDB (7%), o PSDB (6%) e o Psol (2%). Mas quase metade (48%) dos entrevistados afirmou não possuir preferência ou simpatia por qualquer partido político.

Veja outros indicadores do Ibope:

- 84% dos eleitores disseram concordar totalmente ou em parte com a necessidade de estudar as propostas para decidir em quem votar.

- 14% afirmaram não concordar com a necessidade.

- 72% disseram que votam nos candidatos que gostam, independentemente do partido em que eles estejam.

- 64% disseram que considera importante o partido ao qual o candidato à Presidência está filiado.

O Ibope ouviu 2 mil pessoas em 127 municípios entre os dias 7 e 10 de dezembro do ano passado. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos e o índice de confiança do levantamento é de 95%.

Continuar lendo