Moro é vaiado em palestra na Alemanha, mas também recebe apoio; veja o vídeo

Juiz defendeu Lava Jato e disse que foto tirada com senador Aécio Neves foi "infeliz" mas negou qualquer irregularidade. Apesar das vaias, juiz foi aplaudido em diversos momentos

Responsável pelas apurações do esquema de corrupção desvendado pela Operação Lava Jato, o juiz Sérgio Moro dividiu as opiniões da plateia que assistiu a uma palestra do magistrado na Universidade de Heidelberg, na Alemanha, na última sexta-feira (9).

Tido como "herói" por parte dos brasileiros que apoiam suas ações na operação, Moro foi vaiado por parte dos presentes quando afirmou que a foto em que ele aparece sorridentemente ao lado do senador Aécio Neves (PSDB-MG) foi "infeliz". Ele defendeu que a imagem foi capturada em um evento público (o Prêmio Brasileiros do Ano, da revista Istoé) e que não investiga qualquer caso envolvendo o senador. O grupo também levou cartazes em que acusa o juiz de atuar em favor do PSDB e até chega a pedir sua prisão.

Apesar do escracho, Moro foi aplaudido em vários momentos de sua palestra. Na fala, o juiz também defendeu a Lava Jato ao dizer que ela é imparcial e afirmou ter agido corretamente ao divulgar um áudio em que a ex-presidente Dilma Rousseff conversou com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre a sua então nomeação para a Casa Civil.

Veja abaixo o vídeo gravado pela agência alemã Deutsche Welle:

 

Mais sobre a Operação Lava Jato

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!