Russomanno lidera pesquisa para prefeito de SP

Deputado tem de 17% a 21% das intenções de voto em São Paulo, segundo Datafolha. Melhor tucano é Serra, que está fora da disputa. Chalita (9% no máximo) e Haddad (6%) estão atra de Netinho (13%)

O deputado Celso Russomanno (PRB), que lançou sua pré-candidatura à prefeitura de São Paulo ontem, é o mais bem avaliado na pesquisa Datafolha divulgada neste domingo (29). De acordo com o levantamento, o ex-repórter de televisão tem de 17% a 21% das intenções de voto. O instituto pesquisou cinco cenários de candidatos e Russomanno só não lidera as pesquisas quando José Serra (21%) é apontado como concorrente. Mas Serra já disse ao PSDB que não vai disputar a prefeitura da maior cidade do Brasil.

Ontem, Russomanno disse que sua candidatura dependeria dos resultados dos institutos de pesquisa, negando a tese de abdicar da disputa em troca de ser apenas vice em uma chapa, como a do deputado Gabriel Chalita (PMDB), que tem o apoio do vice-presidente, Michel Temer. “Se ele [Chalita] estiver melhor que eu nas pesquisas, pode até ser. Mas primeiro ele tem de estar melhor que eu nas pesquisas", disse Russomanno sábado, de acordo com a Agência Estado

Mas o Datafolha apurou que Chalita continua atrás de Russomano. Ele tem de 6% a 9% das intenções de voto, dependendo do cenário. "Esta será uma campanha árdua", disse Russomanno ontem, ainda segundo a Agência Estado.

Apoiado pelo ex-presidente Lula, o ex-ministro da Educação Fernando Haddad (PT) tem de 4% a 5% das intenções de voto. Ele e Chalita estão atrás de Netinho de Paula (PCdoB), com até 13% das intenções de voto.

Desconhecidos e rejeitados

A pesquisa mostra que Serra (98%), Netinho (96%), Russomanno (88%), Paulinho da Força (PDT, 82%) e Soninha Francine (PPS, 72%) são os pré-candidatos mais reconhecidos. Sobre eles, os eleitores disseram conhecer “muito bem”. Na outra ponta, estão Luiz Flávio D’Urso (PTB, 16%), Andrea Matarazzo (PSDB, 33%), Ricardo Trípoli (PSDB, 34%) e Haddad (38%).

Por outro lado, Netinho (35%) e Serra (33%) são os pré-candidatos com mais alta rejeição entre os paulistanos. Os eleitores que não votariam “de jeito nenhum” em Paulinho da Força são 20%; em Levy Fidélix (PRTB), 20%; e em Soninha, 20%.

A pesquisa do Datafolha foi feita na quinta-feira (26) e sexta-feira (27) passadas, com 1.090 eleitores. A margem de erro é de três pontos percentuais, e o estudo foi registrado no Tribunal Regional Eleitoral com o número 1/2012.

ALGUNS RESULTADOS
Projeções feitas com base em cinco cenários de candidatos

Celso Russomanno (PRB): 17% a 21%
José Serra (PSDB): 21%
Netinho de Paula (PCdoB): 11% a 13%
Gabriel Chalita (PMDB): 6% a 9%
Fernando Haddad (PT): 4% a 5%
Andrea Matarazzo, Bruno Covas, José Aníbal e Ricardo Trípoli (PSDB): 2% a 6%

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!