Russomanno deixa de citar empresas em declaração de bens para concorrer às eleições

Atual líder das pesquisas de intenção de voto na disputa eleitoral para a prefeitura de São Paulo caracterizou como "esquecimento" o fato de não ter declarado as empresas no relatório entregue à Justiça Eleitoral este ano

O deputado Celso Russomanno (PRB-SP), atual líder das pesquisas de intenção de voto na disputa eleitoral para a prefeitura de São Paulo, caracterizou como "esquecimento" o fato de não ter declarado duas empresas no relatório entregue à Justiça Eleitoral este ano. De acordo com matéria divulgada pelo Globo neste sábado (20), ambas constavam na relação de patrimônio do candidato em 2014, quando conquistou a vaga na Câmara. Mesmo assim, as empresas - que, segundo Junta Comercial do estado, estão registradas no nome de Russomanno e continuam funcionando - não foram citadas nos documentos entregues para a disputa eleitoral de 2016.

Em nota enviada ao jornal, Russomanno afirmou que o "equívoco" foi causado pelo contador: "As empresas NDC Promoções Ltda. e SYS Equipamentos de Tecnologia Ltda. não constaram na minha declaração de Imposto de Renda, o que se refletiu também na declaração de bens apresentada à Justiça Eleitoral quando do registro de minha candidatura”. Ainda de acordo com o candidato, todos os rendimentos recebidos "através dessas empresas foram devidamente declarados”.

O deputado enfatizou que vai fazer a alteração na declaração de bens, que soma R$ 1,8 milhão e lista quatro empresas. Entre elas o Bar do Alemão, fechado no dia 5 deste mês por somar dívida de R$ 2 milhões em alugueis atrasados.

Leia a íntegra da matéria do Globo

Mais sobre Celso Russomanno

Mais sobre Eleições 2016

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!