PT e PMDB selam pré-compromisso para eleições de 2010

Eduardo Militão


O PT e o PMDB oficializaram que buscam uma chapa conjunta para disputar as eleições presidenciais de 2010. "Os dois partidos comporão, necessariamente, a chapa de presidente e vice, a ser apresentada ao eleitorado brasileiro", diz nota conjunta divulgada na manhã desta quarta-feira (21) pelas duas legendas. O documento consolida o entendimento costurado ontem à noite em jantar no Palácio da Alvorada, do qual participaram o presidente Lula e líderes petistas e peemedebistas.


A nota fala em "pré-compromisso", mas é uma indicação clara do apoio do PMDB à pré-candidatura ao Planalto da ministra da Casa Civil, Dilma Roussef (PT). Também são potenciais candidatos à sucessão presidencial o ex-ministro e deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE), a senadora Marina Silva (PV-AC), e os governadores de São Paulo, José Serra, e de Minas Gerais, Aécio Neves, ambos do PSDB.


Com o objetivo de evitar que Ciro atrapalhe o caminho de Dilma, Lula pretende fazer dele o seu candidato a governador de São Paulo. Já foi dado o primeiro passo na concretização do acordo, que teria a dupla vantagem de afastar do pleito presidencial um adversário forte e ao mesmo tempo assegurar a aliança com o PSB: Ciro, que nasceu no interior de São Paulo, transferiu para aquele estado, o seu domicílio eleitoral.  

Para o acordo ser efetivado, ainda devem ser solucionadas várias questões regionais entre os PT e PMDB. Uma das mais complicadas, no Rio Grande do Sul, onde as legendas tem pré-candidatos que podem virar adversários na disputa ao governo estadual: respectivamente, o ministro da Justiça, Tarso Genro; e, pelo lado do PMDB, o ex-governador Germano Rigotto ou o atual prefeito de Porto Alegre, José Fogaça. 


"Com esse escopo, PMDB e PT levarão este pré-compromisso às suas instâncias partidárias, construindo soluções conjuntas para as alianças regionais", diz o texto.


Leia a íntegra da nota


Nota à Imprensa


Representados por lideranças e dirigentes nacionais, PMDB e PT, após avaliar o satisfatório cumprimento dos eixos programáticos que fundamentaram a coalizão de governo em 2007, comunicam que, de comum acordo, estabelecem pré-compromisso com vistas à disputa da eleição à Presidência da República em 2010, baseados nas seguintes premissas:


1 - Construir aliança programática e eleitoral para o pleito presidencial;


2 - Os dois partidos comporão, necessariamente, a chapa de Presidente e Vice, a ser apresentada ao eleitorado brasileiro;


3 - Os dois partidos compartilharão, em conjunto com as demais agremiações que venham a integrar essa aliança, a coordenação de campanha e a elaboração do programa de governo, com objetivo de dar continuidade aos avanços do governo do Presidente Lula, do qual PT e PMDB são forças de apoio e sustentação.


4 - Com esse escopo, PMDB e PT levarão este pré-compromisso às suas instâncias partidárias, construindo soluções conjuntas para as alianças regionais;


Brasília, 21 de outubro de 2009.


Partido dos Trabalhadores (PT)
Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB)

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!