Preso coronel que comandou o massacre de Carajás

Condenado pela morte de 19 sem-terra, Márcio Colares Pantoja apresentou-se no presídio, acompanhado por seu advogado

Após ter a prisão decretada pela Justiça do Pará nesta segunda-feira (7), o coronel Mário Colares Pantoja –condenado pela morte de 19 trabalhadores sem-terra no episódio que ficou conhecido como massacre de Eldorado dos Carajás (PA)– apresentou-se diretamente no presídio Anastácio das Neves, na cidade Santa Izabel, no nordeste do Pará, por volta das 15h de hoje (7), acompanhado de seu advogado.

Clique aqui para ler mais detalhes no UOL

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!