Políticos se rendem ao Dia das Mães nas redes

Poema de Drummond, tirinha do Calvin & Haroldo, vídeos e um mar de fotos. No Dia das Mães, políticos dão um tempo da disputa em tempos de impeachment e demonstram o amor que sentem por suas mães

A classe política brasileira deixou de lado suas desavenças em épocas de impeachment, ruas agitadas e polarização ideológica para unir em torno de uma questão que, sem dúvida, é unanimidade: as mães. Neste segundo domingo de maio, quando o comércio fatura mais diante de corações sensibilizados, o Dia das Mães dominou as redes sociais com fotos, vídeos, textos históricos, declarações de amor e demais loas a quem tanto merece. E, em meio à onda de ternura, as excelências não ficaram de fora da celebração.

Mãe de primeira viagem (mas ainda com o “passageiro” em gestação, com cerca de seis meses de gravidez), a deputada Clarissa Garotinho (PP-RJ) homenageou a mãe, a ex-governadora fluminense Rosinha Garotinho, na foto em que exibe as três gerações da família e a bela barriga de grávida, como se vê na foto abaixo. “Amor que não se mede... A gente só entende de verdade o amor de mãe quando se torna uma! Um amor que não mede esforços, que se doa, se entrega, tudo suporta... Com a minha querida mãe, no meu primeiro Dia das Mães!”, registrou a parlamentar, opositora ferrenha de outra mãe (e avó), Dilma Rousseff.

Por falar na presidente, a quem apenas um milagre parece ser capaz de salvá-la do afastamento nesta semana, Dilma também recorreu ao Facebook para homenagear a mãe, Dilma Jane, e ser homenageada pela filha, Paula, mãe de Gabriel e Guilherme. Ao lado da foto com as duas, a petista registra (com direito a uma figura, chamada emoticon, de carinha sorridente e a frase “sentindo-se muito feliz”):

“Homenageio todas as mães ao homenagear a minha mãe, Dilma Jane, e a minha filha Paula, mãe dos meus netos Gabriel e Guilherme. Envio um abraço carinhoso a todas as mães e avós brasileiras – sejam biológicas, de consideração ou do coração. Um ótimo domingo, com muito afeto e alegria, na companhia de quem mais se ama!”, escreveu a presidente, vestida com as cores que tanto cotaram a disputa eleitoral de 2014 – o “vermelho PT” e o “azul tucano”.

Reprodução
Drummond e Calvin & Harold

Único senador da Rede Sustentabilidade, Randolfe Rodrigues (AP) gravou e postou no Facebook vídeo do lado da filha, Thaís, também mãe, e recitou a última estrofe do poema “Para sempre”, de Carlos Drummond de Andrade.

“Por que Deus se lembra / – mistério profundo – / de tirá-la um dia? / Fosse eu Rei do Mundo, baixava uma lei: / Mãe não morre nunca / Mãe ficará para sempre / Junto de seu filho / E ele, velho embora / Será pequenino feito grão de milho”, repetiu o parlamentar amapaense.

Também por meio do Facebook, o deputado Alessandro Molon (Rede-RJ) recorreu às tirinhas para demonstrar a importância das mães – e caprichou, ao escolher Calvin & Haroldo (Calvin and Hobbes, no título original), do gênio norte-americano Bill Watterson.

“O nosso carinho e admiração por todas as mães maravilhosas que nos inspiram e cuidam de cada um de nós! Feliz Dia das Mães!”, registrou Molon, ao lado de uma reprodução da tirinha sobre um filhote esquilo machucado, prestes a ser “salvo” pela mãe de Calvin (veja na ilustração reproduzida abaixo).

Diversos foram os políticos que postaram banners (espécie de cartaz, sintético e com dimensões reduzidas) nas redes. Coordenador de um grupo pró-impeachment na Câmara, o ex-líder do DEM Mendonça Filho registrou um em que se lê a seguinte mensagem: “Mãe é uma palavra mágica que move todos os corações”.

Outro que recorreu ao banner foi o senador Alvaro Dias (PR), único senador do PV. Ex-tucano e oposicionista ferrenho ao governo Dilma Rousseff, ele se limitou a dar “parabéns a todas as mães pelo seu dia” – mas, algumas postagens adiante, homenageou-as mais adequadamente ao sugeriu aos internautas que deixem sua opinião à licença-maternidade de seis meses, assunto de uma proposta de emenda à Constituição em tramitação no Senado.

No Facebook, a deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ) nada escreveu para homenagear as mães – o que não quer dizer, no entanto, que a homenagem não tenha sido feita. Jandira se limitou a trocar a foto de seu perfil por uma imagem padrão em que, além da imagem escolhida, estampa-se a frase “I love mom”, com a figura de um coração estilizado no lugar do “love”. Trata-se de uma adesão de internautas a uma campanha lançada pela Fundação Susan G. Komen, organização sem fins lucrativos norte-americana dedicada à luta contra o câncer de mama.

Já Aécio Neves (PSDB-MG), por meio de sua conta no Twitter, também fez homenagem dupla à própria mãe, Inês Maria Neves da Cunha, e à esposa, Letícia Weber, mãe de dois filhos. Com duas fotos, em que aparece apenas na que abraça a mãe, Aécio deseja em ambos os registros o protocolar “Feliz Dias das Mães”.

Por sua vez, a terceira-secretária da Câmara, Mara Gabrilli (PSDB-SP), registrou também no Twitter, uma foto com sua mãe, Claudia Gabrilli, certamente o maior amparo quando a deputada sofreu o acidente que lhe deixou tetraplégica. “Obrigada mãe Por acreditar q eu poderia fazer a diferença Pra vc e tds as mães q acreditam e impulsionam seus filhos”, escreveu a deputada, na linguagem toda característica do microblog e seu de limite de 140 caracteres por postagem.

Com a permissão das excelências, o Congresso em Foco pede licença para também aderir à mais do que justa e natural onda de homenagens às mães, mas agora com um viés não menos importante que o meramente familiar. Para não deixar morrer o ideal por um planeta mais limpo (em todas as acepções da palavra), decente e sustentável, e também para que não fique impune o verdadeiro crime contra a Humanidade ocorrido nas cercanias de Mariana, município de Minas Gerais, este site retorna um ano no tempo para registrar este vídeo-alerta do Greenpeace, organização não-governamental que há décadas luta pela proteção do meio ambiente. Intitulado “Mãe solar”, o filmete, publicado em 10 de maio no canal da ONG no Youtube, alerta para o papel de quatro mães e sua preocupação com o mundo que elas – e todos nós – deixarão para seus filhos e as gerações vindouras.

 

Mais sobre meio ambiente

Mais sobre direitos humanos

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!