Pautas polêmicas marcam o início dos trabalhos na Câmara Legislativa

Entre os assuntos previstos estão a CPI do Transporte Público, a Lei do Silêncio, a liberação do Uber, a Lei de Uso e Ocupação do Solo e a eleição da Mesa Diretora da Casa

Gabriel Pontes

Os trabalhos de 2016 na Câmara Legislativa começaram ontem (1˚) e a pauta está repleta de assuntos polêmicos que devem ser votados ainda no primeiro semestre.  Entre os assuntos previstos estão a CPI do Transporte Público, a Lei do Silêncio, a liberação do Uber, a Lei de Uso e Ocupação do Solo e a eleição da Mesa Diretora da Casa.

Hoje (2) a CPI do Transporte Público se reunirá, conforme convocação do presidente, deputado Bispo Renato Andrade (PR). A comissão investiga supostas irregularidades na licitação que renovou a frota de ônibus do Distrito Federal no valor de R$ 7,8 bilhões.

De acordo com o presidente da CPI, “a equipe vai analisar a quebra dos sigilos bancários e telefônicos dos envolvidos e também os desdobramentos da decisão do Tribunal de Justiça do DF que suspendeu a licitação feita no final do governo passado”.

Reeleição

A corrida da distrital Celina Leão (PDT) para continuar na presidência da Casa por mais dois anos segue movimentando os bastidores da Câmara Legislativa. A proposta de emenda à Lei Orgânica do DF, que permite a reeleição da Mesa Diretora, foi aprovada em primeiro turno nas últimas sessões de 2015 com 16 votos e deve ser apreciada em segundo turno ainda em 2016.

A votação do projeto é crucial também para o governador Rodrigo Rollemberg, que teve a maioria das propostas aprovadas pelos deputados em 2015, mas que pode ter Celina Leão como uma forte adversária na corrida pelo Buriti em 2018.

Mais sobre Câmara Legislativa do DF

Continuar lendo