Paulo Skaf é lançado pelo PSB para o governo de SP

Fábio Góis 

O presidente licenciado da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, foi lançado oficialmente como candidato do PSB ao governo do estado. A candidatura foi anunciada neste domingo (27) durante convenção estadual do partido, na capital paulista.


A chapa será composta pela médica Marianne Pinotti, filha do ex-deputado federal José Aristodemo Pinotti, que morreu em 2009. Para o Senado, o PSB escolheu o ex-diretor da Fiesp Alexandre Serpa.


É a primeira vez que Skaf disputa um cargo eletivo. Nas últimas pesquisas eleitorais, ele tem registrado percentuais em torno de 2% das intenções de voto. Ao vislumbrar a candidatura de Ciro Gomes (PSB) ao governo de São Paulo, o PT chegou a cogitar o nome de Skaf para vice na chapa do senador Aloizio Mercadente (PT), formalizada ontem (sábado, 26).


Em seu discurso, Skaf disse que não fazia a linha político tradicional, e enfatizou o caráter de novidade de sua candidatura. Ao falar sobre educação, disse que quem tem condições de pagar uma universidade púbica de qualidade, por exemplo, deveria fazê-lo. “Na hora de entrar na USP quem estuda é filho de rico ou de pobre?”, indagou.


Skaf também falou sobre o valor dos pedágios de São Paulo, assunto capitalizado por todos os candidatos ao governo. Ele diz que, caso eleito, aplicará R$ 1 bilhão por meio de projeto para reduzir o preço dos pedágios, com sistema de abatimento no IPVA.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!