Padilha: Ministério do Desenvolvimento Agrário será recriado em setembro

Pasta foi anexada à Casa Civil quando o presidente interino Michel Temer assumiu o Planalto e, caso Temer se efetive no cargo, voltará a ter status de ministério

O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, anunciou a recriação do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), durante audiência pública realizada nesta quinta-feira (11) na Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) do Senado.

A pasta foi extinta no primeiro ato do governo provisório de Michel Temer, que reduziu o número de ministérios, e deverá ser recriada em setembro, conforme informou o ministro. "O presidente determinou que, em o Senado da República confirmando ele como presidente da República, deixando a interinidade, a gente volte a ter um ministério que vai cuidar desta área muito sensível, que é o desenvolvimento agrário e social, da área da agricultura, especialmente do pequeno agricultor, do agricultor familiar", afirmou.

O ministro destacou a importância da produção da agricultura familiar para a estabilidade do abastecimento alimentar no mercado interno. "O grande agricultor, que já passou a ser um homem do agrobusiness, mira na exportação ou no mercado interno em momento de conveniência de mercado, guarda a produção, espera o melhor momento de vender. É outra perspectiva", frisou Padilha.

O anúncio do ministro foi saudado pelos senadores presentes na comissão.

Com informações da Agência Senado

Mais sobre gestão pública

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!