OAB pede que filhos de Lula devolvam passaportes

Rudolfo Lago


O presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Ophir Cavalcante, pediu (7) que Luís Cláudio Lula da Silva e Marcos Cláudio Lula da Silva, filhos do ex-presidente Lula, devolvam os passaportes diplomáticos que obtiveram. Os filhos de Lula não se enquadram nos quesitos que dão direito a passaporte diplomático. Eles foram concedidos por decisão pessoal do ex-ministro das Relações Exteriores Celso Amorim, alegando "interesse do país".


"O governante não pode ceder às tentações do cargo. Enquanto ele estiver no cargo deve ter as regalias necessárias para o exercício do cargo. A partir do momento em que deixa o cargo, ele passa a ser um cidadão comum, igual a todos", defendeu o presidente da OAB.


Para o presidente da OAB, os filhos de Lula devem devolver o passaporte para evitar "constrangimento público" ao ex-presidente. A entidade também prometeu processá-los se não houver devolução. "Caso isso não ocorra (a devolução), é hipótese de apuração pelo Ministério Público Federal, em função do ato de ilegalidade administrativa, que quebra a isonomia entre os brasileiros", afirmou Ophir.


Com informações da Folha de São Paulo

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!