Estamos mudando o site. Participe enviando seus comentários por aqui.

Novo ministro do Esporte toma posse

Cerimônia de posse de Aldo Rebelo vira ato de desagravo a seu antecessor, Orlando Silva, e ao PCdoB, partido do atual e do antigo ministro

Ao tomar posse hoje (31) em evento no Palácio do Planalto, o novo ministro do Esporte, Aldo Rebelo, tratou de elogiar seu antecessor Orlando Silva, do mesmo partido, o PCdoB, ao dizer que ele sempre defendeu a democracia e o país.“Mais que inocente”, disse Aldo Rebelo, Orlando Silva foi “vítima das consequências da luta social e política”.

O novo ministro defendeu também o legado deixado por Silva no ministério e afirmou que o Programa Segundo Tempo – alvo dos supostos desvios na pasta - era um projeto para ampliar a prática esportiva no país, pois a área teria sido deixada em segundo plano durante décadas.

Ao mesmo tempo, porém, Aldo Rebelo, deixou aberta a admissão de que podem ter acontecido desvios nos convênios do ministério. Segundo ele, o PCdoB “não está acima das críticas”. E se mostrou disposto “a corrigir qualquer desvio”. "O PC do B não está acima das críticas, nem da fatalidade humana. Está aberto às críticas e disposto a corrigir qualquer desvio próprio das relações humanas.(...) Esse partido constitui no nosso país a continuidade de uma herança histórica, sublime, a luta pela liberdade", disse Aldo Rebelo.

Orlando Silva deixou o cargo na semana passada depois de denúncias sobre desvio de dinheiro de convênios firmados com ONGs pelo ministério. Há duas semanas, o policial militar João Dias, também ligado ao PCdoB, acusou Orlando Silva de ser o comandante de um esquema de cobrança de propina na pasta. O ex-ministro sempre negou as acusações, e aproveitou para se defender mais uma vez hoje. Ele disse que enfrentou um “tsunami” durante a passagem pelo governo e que sua família foi o seu “porto seguro”. “Eu fico feliz de poder olhar nos olhos de cada um de vocês, da senhora, presidenta, e dizer: ‘Eu sou inocente’”, afirmou, arrancando aplausos do público presente na posse.

Silva agradeceu à presidenta Dilma Rousseff e ao ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva . Ele também disse se orgulhar de seu sucessor.

Responsabilidade

Aldo Rebelo disse que é “uma grande honra e uma grande responsabilidade” assumir o Ministério do Esporte. “Assumo com a consciência das minhas limitações”, sem especificar quais seriam. Ele também elogiou os programas sociais da pasta. “Há no Ministério do Esporte programas sociais de elevada abrangência, elogiados internacionalmente”, disse.
Com o objetivo de deixar o país pronto para receber as Copas do Mundo e das Confederações e as Olimpíadas, além de fugir de novas denúncias, Aldo Rebelo já terá que começar sua gestão analisando os convênios firmados com ONGs. Na semana passada, ele anunciou que pretende reforçar a fiscalização e acompanhar o andamento dos acordos em vigor.

Em decreto publicado hoje, a presidente Dilma anunciou a suspensão de todos os repasses de verbas de convênios firmados com o governo durante o próximo mês.

 

Continuar lendo