Nos jornais: BC corta juros para o nível mais baixo da história

A decisão tomada pelo Copom reduz a taxa de juros para 8,5% ao ano. Jornais também destacam as convocações dos governadores Agnelo Queiroz e Marconi Perillo para depor na CPI do Cachoeira

FOLHA DE S. PAULO

BC corta juros para o nível mais baixo da história
O Banco Central reduziu ontem a taxa básica de juros da economia de 9% para 8,5% ao ano — o mais baixo percentual desde a criação da Selic, em 1986. Na primeira divulgação detalhada de como votou cada um dos sete membros do Copom (Comitê de Política Monetária do Banco Central), a decisão foi tomada por unanimidade.

CPI convoca governadores Perillo e Agnelo, mas não Cabral
A CPI do Cachoeira aprovou a convocação dos governadores Agnelo Queiroz (PT- DF) e Marconi Perillo (PSDB- GO). Eles negam irregularidades. A convocação de Sérgio Cabral (PMDB-RJ) foi rejeitada. Sua “blindagem” fora exposta em mensagem do deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP). Foi aprovada ainda a quebra de sigilos do senador Demóstenes Torres (ex-DEM-GO).

É legítimo Lula opinar sobre data do mensalão, diz Marco Aurélio

Calcinha parlamentar
Vermelha e branca, grande e feita de algodão. Uma calcinha com essas características foi ontem o assunto mais popular da Câmara. O dono é um deputado ainda não identificado. Ao mexer no celular durante uma votação, ele deixou a peça cair do bolso de seu paletó. Um segurança recolheu a calcinha e a escondeu atrás de uma lixeira.

Tribunal de Justiça afasta presidente do TRE paulista
O Tribunal de Justiça de SP afastou de suas funções o desembargador Alceu Penteado Navarro, que preside o Tribunal Regional Eleitoral. Ele é um dos cinco juizes beneficiados com pagamento privilegiado de até R$ 1,5 milhão referente a verbas trabalhistas — todos serão alvo de processo disciplinar. A defesa de Navarro diz que o desembargador só cumpriu ordens.

ONU vê novos sinais de execução de opositores pelo regime da Síria

O GLOBO

CPI dá passo à frente e convoca governadores do PSDB e do PT
Convocação de Cabral é rejeitada; comissão quebra sigilo de Demóstenes
A CPI que investiga a relação do bicheiro Carlinhos Cachoeira com políticos e empresários convocou para depor os governadores de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), e do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT). Perillo terá de explicar a venda de uma casa pela qual teria recebido cheques de pessoas ligadas a Cachoeira, e Agnelo será chamado a falar sobre conversas em que ex-servidores do governo discutem contratos públicos com integrantes da quadrilha. Foi rejeitada a convocação do governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB). A convocação de Agnelo surpreendeu o PT. A CPI quebrou o sigilo bancário, fiscal e telefônico do senador Demóstenes Torres (sem partido - GO) e de mais 18 empresas ligadas ao grupo de Cachoeira.

Panorama político
O PT já tem pronta uma representação por crime de responsabilidade contra Roberto Gurgel, procurador-geral.

Bombeiros abafam crise com o STF
No STF, no governo e na base, o dia ontem foi de colocar panos quentes na crise provocada pelas declarações de Gilmar Mendes sobre Lula. No Supremo, o presidente Ayres Britto minimizou o episódio, enquanto governistas evitaram responder às críticas da oposição. Até mesmo Lula preferiu não citar o caso, mas reclamou: “Tem pessoas que não gostam de mim.”

Queima de arquivo
Uma calcinha encontrada no plenário virou mistério na Câmara, ontem. Ela teria caído do bolso de um deputado. Foi recolhida aos achados e perdidos e, sem que ninguém a reclamasse, incinerada.

Juros caem mais e já mudam poupança
O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu ontem, por unanimidade, reduzir os juros básicos da economia em 0,5 ponto percentual, para 8,5% ao ano. É a menor taxa na história do país. Com isso, depósitos em caderneta de poupança feitos a partir de 4 maio último estão agora sujeitos a novas regras, com rendimento menor. Mesmo assim, essas aplicações continuam entre as mais vantajosas do mercado financeiro, principalmente para quem tem investimentos até R$ 25 mil. Pela primeira vez, os diretores do BC tiveram o seu voto divulgado publicamente, obedecendo à Lei de Acesso à Informação, que também entrou em vigor em maio.

Presidente do TRE-SP é afastado por tribunal
A quatro meses das eleições municipais, o Órgão Especial do Tribunal de Justiça de São Paulo, numa decisão inédita, afastou o presidente do Tribunal Regional Eleitoral, Alceu Penteado Navarro, acusado de ter furado a fila para receber indenizações. Quando presidia a Comissão de Orçamento do tribunal, entre 2008 e 2010, o desembargador autorizou o pagamento a si próprio de R$ 640 mil.

Beltrame reclama de ministério
O secretário José Mariano Beltrame recusou R$ 7 milhões do Ministério da Defesa para equipar a PM do Rio para fazer a segurança da Rio+20. Aborrecido, alegou que os recursos, pedidos no início do ano, foram liberados tarde demais e que por isso o estado vai assumir o custo sozinho.

Dez anos depois
A Pedra do Sapo, no Complexo do Alemão, ganhou ontem uma UPP emblemática: lá, há dez anos, eram achados os restos mortais do jornalista Tim Lopes, vítima de traficantes. A quarta UPP do Alemão já é a 23ª do Rio. Nas próximas semanas, o Bope ocupará mais áreas, ainda sob o controle do Exército.

O ESTADO DE S. PAULO

CPI decide convocar Perillo e Agnelo, mas poupa Cabral
A CPI do Cachoeira aprovou a convocação dos governadores de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), e do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT). Com a ajuda dos tucanos, a comissão decidiu não chamar o governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), para explicar sua relação com o principal acionista da empreiteira Delta, Fernando Cavendish. No caso do petista, a insatisfação da base com o Planalto, por causa da demora na liberação de emendas e no preenchimento de cargos no governo, foi decisiva para sua convocação. O PMDB também está insatisfeito com o governo, mas decidiu acompanhar o PT, que votou contra a ida de Agnelo, em troca do apoio à não convocação de Cabral. Sobre a quebra de sigilo da Delta, o governador disse: “Por que eu temeria?”.

Demóstenes tem sigilo quebrado
O senador Demóstenes Torres (sem partido-GO) teve o sigilo bancário, fiscal, telefônico, de e-mail, de mensagens e de Skype quebrado ontem pela CPI do Cachoeira. O depoimento de Demóstenes à CPI está marcado para hoje, mas a defesa pediu o adiamento e avisou que, se a oitiva for mantida, ele usará o direito constitucional de ficar em silêncio.

Fotolegenda: Governo e STF acalmam ânimos
Dilma se encontra com Lula no Alvorada; governo e o Supremo se movimentaram para desidratar a crise entre o ex-presidente e o ministro do STF Gilmar Mendes por causa do julgamento do mensalão.

Juro cai para 8,5% e aciona gatilho para poupança
O Banco Central cortou ontem o juro básico da economia em 0,5 ponto porcentual, para 8,5% ao ano, o menor patamar da história. Foi a sétima redução seguida da Selic. Com a decisão unânime do Copom, o gatilho da nova regra da poupança foi acionado. A partir de hoje, o rendimento das cadernetas será de 70% da Selic mais variação da Taxa Referencial. A mudança não afeta as poupanças antigas.

Mais rentável que fundos
Mesmo com a nova regra, o retorno da poupança deve continuar a bater o dos fundos de renda fixa.

País gasta R$ 21 bilhões para tratar fumantes
O Brasil gastou no ano passado R$ 21 bilhões no tratamento de pacientes com doenças relacionadas ao cigarro, revela estudo inédito financiado pela Aliança de Controle do Tabagismo. O valor equivale a 30% do orçamento do Ministério da Saúde em 2011 e é 3,5 vezes maior do que a Receita arrecadou com produtos derivados do tabaco no mesmo período. O estudo demonstra ainda que o tabagismo é responsável por 13% das mortes no País.

Fifa, agora, não cobra do Brasil obras completas
No Rio para divulgar a Copa das Confederações, em 2013, o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, disse não ver problema no fato de apenas 5% das obras do Mundial estarem concluídas. “A Fifa não quer ver um Brasil novinho em folha. Não há necessidade”, disse.

Condenado 1º líder desde Nuremberg

Papa se diz triste com vazamento de dados

Presidente do TRE de São Paulo é afastado

CORREIO BRAZILIENSE

CPI convoca Agnelo e Perillo para depor
Numa vingança pela quebra do sigilo da construtora Delta no país, o PMDB manobrou e impôs ontem uma dura derrota ao PT: a convocação do governador do DF, o petista Agnelo Queiroz. “A gente não esperava por essa”, admitiu o senador Humberto Costa (PT-PE). “Houve uma clara aliança entre PSDB e PMDB”, reclamou o líder partido na Câmara, Jilmar Tatto (SP). Agnelo considerou a decisão injusta. “Esse grupo criminoso não conseguiu fazer negócio no Distrito Federal”, disse. “As gravações da Polícia Federal comprovam que esse grupo tentou me derrubar porque eu era um empecilho para a sua atuação.” Além de Agnelo, a CPI do Cachoeira decidiu convocar o tucano Marconi Perillo, de Goiás. Mas poupou o governador do Rio, o peemedebista Sérgio Cabral.

Juro cai a 8,5% ao ano. Novas regras da poupança começam a valer

Dilma recebe Lula e faz homenagem
O ex-presidente evitou comentar diretamente as declarações do ministro Gilmar Mendes, do STF, que o acusou de comandar uma central de boatos para melar o julgamento do mensalão. Mas cutucou: “Tem muita gente que gosta de mim, mas tem algumas (pessoas) que não gostam. Eu tenho que tomar cuidado com essas”.

Fifa confirma a abertura e a confiança em Brasília
A Seleção Brasileira abrirá o torneio, no Mané Garrincha, às 16h de 15 de junho de 2013. Mas a cidade está de sobreaviso e pode receber mais duas partidas do torneio.

Concursos: Senado aprova a criação de 77 mil cargos para educação

Brunelli ganhou reforço no caixa
Três distritais também fizeram emendas beneficiando a associação do ex-deputado, acusado de desviar verbas destinadas a velhinhos. Ontem, ele foi transferido para uma cela do DPE.

Habitação: Golpe na Codhab sob investigação
A fraude teria ocorrido entre 2009 e 2010, com a participação de ex-diretores, cooperativas e construtoras.

Amor bandido: Vibrador roubado, calcinha perdida
O consolo, de ouro, foi levado de sex shop. Já a lingerie estava no plenário da Câmara e acabou incinerada.

VALOR ECONÔMICO

Pacote para usineiros deve desonerar etanol
O governo trabalha em um novo pacote de medidas para tentar recuperar a competitividade da indústria nacional do etanol. As ações planejadas pela União envolvem a redução de impostos sobre investimentos para ampliar a produção e retirada de tributos que elevam o preço final do álcool nos postos de abastecimento. Ampliar a produção de etanol é decisivo para o setor, que convive com o mergulho dos preços do açúcar e grandes estoques do produto, em um ambiente bastante diverso do existente na safra anterior. No pico da armazenagem de açúcar no país, em setembro e outubro, haverá 12 milhões de toneladas estocadas, volume quase 50% superior aos 8,5 milhões de toneladas em igual período de 2011.

BC reduz juro a 8,5% e sinaliza mais cortes
Além de reduzir a taxa básica de juros (Selic) para o menor nível da história - 8,5% ao ano -, o Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) praticamente assegurou que promoverá novos cortes nas próximas reuniões. Se o cenário externo não se deteriorar, a próxima redução deverá ser também de 0,5 ponto percentual.
A maioria dos analistas aceita tranquilamente a ideia de que a era dos juros siderais acabou e projeta para este ano uma taxa real de 3,4%, nível nunca antes observado. Para os próximos 12 meses, as expectativas são de uma taxa ainda menor, de 2,37%, ínfima se comparada à do primeiro mandato de FHC (21,65% ao ano) ou de Lula (11,27% ao ano).

O que tira o sono dos CEOs brasileiros
O presidente da Fiat no Brasil, Cledorvino Bellini, costuma trabalhar muito e dormir pouco. Cuidar do equilíbrio entre a vida pessoal e o trabalho, entretanto, não é o que vem tirando seu sono nos últimos dias. No topo da lista de suas preocupações está o futuro do Brasil diante do cenário de crise econômica mundial. "Existe uma tensão generalizada, embora o mercado ainda esteja bom", diz. Bellini não é o único presidente de empresa que está deixando de dormir por causa disso. Estudo da consultora Betania Tanure com 418 dirigentes das 500 maiores companhias do país mostra que o assunto é o que mais preocupa esses executivos. Em seguida, vem o acirramento da competição interna.

Executivos receberam 14,4% mais
As companhias abertas brasileiras gastaram R$ 3,87 bilhões com a remuneração de diretores e conselheiros de administração em 2011, valor 14,4% maior que o contabilizado em 2010. O crescimento mostra uma desaceleração importante em comparação com a alta de 31% registrada entre 2009 e 2010, quando esses dados passaram a ser divulgados pela primeira vez por exigência da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Naquele ano, o pagamento mais alto feito por algumas grandes empresas distorceu a média de crescimento.

Contaminação é pesadelo para a Bristol-Myers
A descoberta de um terreno em São Paulo contaminado com substâncias químicas supostamente cancerígenas é apenas um dos problemas que a Bristol-Myers Squibb (BMS), indústria farmacêutica americana, enfrenta no Brasil. Ao contrário de seus competidores, que têm registrado crescimento de dois dígitos, a BMS fechou sua fábrica no fim de 2010 e, agora, vê algumas de suas marcas mais populares, como Naldecon e Luftal, desaparecerem do mercado. Localizado no bairro paulistano de Santo Amaro, o terreno da fábrica fechada foi vendido por cerca de R$ 60 milhões a uma construtora, mas, com a descoberta da contaminação, reconhecida pelo laboratório, o negócio pode ser prejudicado.

Comissão Europeia defende união bancária na zona do euro
Os 17 países que usam o euro deveriam criar uma "união bancária" para que todos dividam o fardo em caso de colapso de uma instituição, declarou o braço executivo da União Europeia. Ontem, cresceu o nervosismo sobre a capacidade financeira da Espanha de proteger os bancos do país, acuados pelo colapso do mercado imobiliário local. A Comissão Europeia exortou o bloco a permitir que seu novo fundo de resgate empreste diretamente a bancos vulneráveis - em vez de obrigar o país de origem da instituição a negociar um pacote de socorro. A CE também deu a ideia de um fundo pan-europeu de garantia de depósitos, o que protegeria ainda mais governos isolados em caso da quebra de bancos.

BTG negocia compra do Cruzeiro do Sul
Começou a ser montada nos últimos dias operação de compra do Banco Cruzeiro do Sul pelo BTG Pactual. As conversas não são conclusivas e não se pode afirmar que caminharão para uma aquisição. Segundo pessoas a par do assunto ouvidas pelo Valor, as tratativas são preliminares, mas podem evoluir rapidamente. As conversas começaram entre o BTG, de André Esteves, e autoridades em Brasília, preocupadas com a evolução recente da liquidez e do capital do banco da família Índio da Costa. O caso vem sendo intensamente discutido pelo Banco Central e pelo Fundo Garantidor de Créditos, que buscam uma saída negociada para o caso.

Aluguéis atrasam nos shoppings
Lojistas estão com problemas para arcar com o aluguel em shoppings. O atraso nos pagamentos atingiu o nível mais alto dos últimos três anos em pelo menos duas grandes administradoras do setor.

Linha branca quer incentivo maior
A Eletros vai pedir ao governo IPI de 4% para todos os produtos de linha branca a partir de julho. Hoje, com a redução válida até 30 de junho, o IPI de lavadoras, por exemplo, está em 10%.

Volks investe na reciclagem
A Volkswagen prepara o lançamento de seu primeiro modelo com quase toda a tapeçaria feita a partir de garrafas PET recicladas. A novidade deverá ser apresentada na nova versão do Gol, que chega ao mercado brasileiro no segundo semestre, diz Antonio Camielli.

Mais carne de qualidade à UE
Pela primeira vez em muito tempo, o Brasil elevou a venda de carne para a UE dentro da Cota Hilton, destinada a cortes de maior qualidade. Em 2011, o país só ocupou 4% de sua cota e no ano comercial que termina em 30 de junho deve preencher 31%.

Crise castiga a BM&FBovespa
Agravamento da crise europeia fez estragos na bolsa brasileira. Faltando só um pregão para o fim de maio, o Ibovespa acumula perda de 13%, pior desempenho mensal desde outubro de 2008. Os estrangeiros sacaram R$ 2,8 bilhões até o dia 28.

Debênture de infraestrutura fracassa
Diante da falta de demanda dos investidores, a Rodovias do Tietê, concessionária que administra 406 km estradas no interior paulista, desistiu daquela que seria a primeira oferta de debêntures de infraestrutura do país.

Renda fixa 'alternativa'
Pequeno investidor, avesso aos riscos do mercado acionário, pode tentar driblar a redução dos ganhos na renda fixa buscando fundos de investimento baratos e ativos antes reservados à alta renda, como as Letras de Crédito Imobiliário (LCI).

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!