Advogada reconhece plágio em artigo e pede desculpas a Moro

O ex-ministro Sergio Moro foi acusado pelo advogado Marcelo Augusto Rodrigues de Lemos de ter plagiado um artigo publicado por ele na Conjur, em setembro de 2019. O advogado afirma que Moro e a mestranda Beathrys Ricci Emerich, coautora do texto, copiaram e aplicaram um trecho da publicação em um artigo veiculado na revista Relações Internacionais no Mundo Atual, da faculdade Unicuritiba.

Em nota, Moro reconheceu que o artigo tem trechos que foram copiados do texto de Lemos, mas indicou que a responsabilidade pelo plágio teria sido de Beatriz, sua orientanda. “O artigo em questão foi escrito em coautoria acadêmica, sendo a redação toda da orientanda. Infelizmente, ela cometeu um erro metodológico ao utilizar dois pequenos trechos sem citar o autor. O artigo foi retirado da revista, ela já reconheceu o erro e pediu desculpas ao autor. É o trabalho de uma aluna de pós graduação que cometeu um erro e já o corrigiu, o que é louvável.”

Após a divulgação do caso, Beathrys Emerich reescreveu o artigo e pediu desculpas ao ex-ministro na introdução do novo texto. "Aproveito a oportunidade para iniciar este trabalho retratando-me, juntamente com o meu coautor, Sr. Sérgio Moro, pelo erro metodológico que cometi, ao omitir inadvertidamente no presente estudo as referências à citação de um parágrafo do artigo científico de autoria do ilustre jurista, Dr. Marcelo Augusto Rodrigues de Lemos. A mencionada citação está devidamente corrigida metodologicamente, mediante a inclusão da referência em nota de rodapé. Além de pedir desculpas ao nobre jurista pelo ocorrido, declaro que as suas ideias sobre o presente tema inspiraram-me na elaboração deste artigo científico."

(Confira o artigo na íntegra)

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!