Estamos mudando o site. Participe enviando seus comentários por aqui.

Manifestações: cerca de 6 mil vão às ruas contra o governo

Em mais um dia de protestos contra o governo, manifestantes projetam palavra "impeachment" no Congresso Nacional e criticam nomeação de Lula à Casa Civil

Em mais um dia de protestos contra o governo, manifestantes se aglomeraram na frente do Palácio do Planalto, passaram pela praça do Supremo Tribunal Federal (STF) e seguiram até o gramado em frente ao Congresso Nacional. De acordo com números da Polícia Militar, cerca de 6 mil militantes participam do ato na noite desta segunda-feira (21). Foi preciso bloquear o trânsito na Via N1 - altura da L4 Norte, e na S1 - altura do Itamaraty.

Às 20h50, a Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social divulgou boletim afirmando que a Polícia Militar está com 800 policiais na Esplanada dos Ministérios neste momento. Outros 1,5 mil policiais permanecem de prontidão. As informações da Secretaria apontam que os manifestantes começam a se dispersar.

O corpo de Bombeiros também colocou à disposição efetivo de 150 militares para manter a segurança na manifestação. Nenhum atendimento foi registrado até o fechamento desta matéria. Mesmo assim, a Polícia Civil avisou que precisou reforçar os plantões das três delegacias da área central.

O grupo de manifestantes utilizou palavras de ordem como "não vai ter posse", em referência à nomeação do ex-presidente Lula para assumir a Casa Civil. Em outro momento, a palavra "impeachment" foi projetada nas paredes do Congresso Nacional e nas vidraças do Supremo Tribunal Federal.

Mais sobre o Brasil nas ruas

Continuar lendo