Líderes da Câmara desistem do plebiscito

Sem tempo hábil para fazer as mudanças valerem para as eleições, presidente da Câmara cria grupo de trabalho para elaborar reforma política. Grupo de trabalho terá missão de elaborar proposta em três meses

O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), afirmou nesta terça-feira (9) que os líderes partidários desistiram de elaborar um plebiscito para a reforma política valer em 2014. Após reunião com os representates dos partidos na Casa, o peemedebista disse que um grupo de trabalho terá a missão de elaborar uma proposta em até 90 dias.

“A questão do plebiscito é de ordem prática: com o prazo exigido pelo TSE, de 70 dias para realizar o plebiscito, até que se isso venha acontecer verdadeiramente, para elaborar as perguntas, aprovar o projeto, dentro do prazo que a anualidade constitucional exige, não haveria como fazer para [as regras] valerem para a eleição de 2014. Isso é uma constatação de todos”, afirmou Henrique Alves.

Henrique Alves disse ainda ser possível a apresentação de um requerimento para a elaboração do projeto do plebiscito. PT, PDT e PCdoB pretendem coletar assinaturas para a proposta ir à plenário. São necessárias 171 assinaturas para a apresentação da proposta. O líder do PT, José Guimarães (CE), acredita ter votos suficientes para protocolar o pedido.

Grupo de trabalho

Henrique Alves disse que, durante a reunião, ficou definida a criação de um grupo de trabalho para elaborar uma proposta de reforma política. Ele indicou o deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), como coordenador do colegiado. "Fiz um apelo dramático e real para que possa votar num prazo de 90 dias", disse o presidente da Câmara.

A intenção do peemedebista é que o grupo consiga apresentar em três meses a apresentação de uma proposta de reforma política. Para valer para 2014, qualquer mudança no processo eleitoral precisa ser sancionada até 5 de outubro, um ano antes da eleição.

Mais sobre a reforma política

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!