Jornais: sem registro, médicos são impedidos de trabalhar

Conselhos Regionais de Medicina ainda resistem a conceder autorização de trabalho, apesar da determinação do Ministério da Saúde

O GLOBO

Barrados pela burocracia - Sem registro, médicos são impedidos de trabalhar

Profissionais formados no exterior ficam parados, e filas se acumulam nos postos

Conselhos Regionais ainda resistem a conceder autorização de trabalho, apesar da determinação do Ministério da Saúde; dos 631 profissionais inscritos no programa federal que pediram documento, só 13% conseguiram.

De norte a sul do Brasil, a cena foi a mesma: médicos formados no exterior chegaram para o trabalho no programa Mais Médicos, mas não puderam atender ninguém porque os Conselhos Regionais de Medicina não concederam os registros provisórios. Sem o documento, eles não são autorizados a clinicar. Enquanto isso, em cidades como Barras, no Piauí, que não tinha médicos e recebeu dois cubanos, filas se acumulavam no posto de saúde. Em Queimados, na Baixada Fluminense, há unidades sem médicos há seis meses. Os profissionais se limitaram a conhecer os locais de trabalho e tentam traçar um perfil das doenças mais comuns em suas regiões. Segundo o Ministério da Saúde, dos 631 profissionais do programa que pediram registro, só 87 (13%) receberam até ontem. O dia foi o ápice de uma batalha que se arrasta há dias: os Conselhos Regionais resistem a dar o registro, apesar da determinação da União e do apelo recente do Conselho Federal de Medicina.

Destruição e morte

Evento raro no país, um tornado matou duas pessoas, feriu 64 e destruiu casas e indústrias em Taquarituba, São Paulo.

Quênia: grupo terrorista teria americanos

Filiado à al-Qaeda, o grupo somali al-Shabab anunciou que cinco dos terroristas que fizeram atentado ao shopping em Nairóbi, matando 62, são americanos. Já a chanceler queniana falou em dois ou três. O governo disse ter retomado o controle do centro comercial.

Merkel busca novos parceiros

Sem maioria no Parlamento, a chanceler alemã, Angela Merkel, procura aliados para formar coalizão no 3º mandato. Os social-democratas reagiram com frieza ao assédio.

Privatizações: governo cede para leiloar aeroportos

Pressionado pelo TCU, o governo reduziu exigência para quem disputar o aeroporto de Confins: passa a ser necessária experiência como operador em terminais de 20 milhões/ano de passageiros. Para o Galeão, mínimo de 35 milhões foi mantido. O leilão será em 22 de novembro.

Nas rodovias, recuo à vista

Para conseguir interessados na BR-262, governo deve alterar teto da tarifa e reduzir exigência de investimentos.

Crise da espionagem: Dilma e Obama em ritmos diferentes

A presidente Dilma defenderá na ONU, hoje, regulação global para espionagem. A Casa Branca sinalizou que Obama não vai tocar no tema e que não quer tratar o caso de modo multilateral.

Longa espera: PAC é paralisado em favelas do Rio

Obras do PAC nas comunidades do Cantagalo e do Pavão-Pavãozinho estão paradas há três meses. Dezenas de famílias removidas vivem de aluguel social e cobram a retomada das obras.

Sonho de consumo: Lindbergh também quer Beltrame

O senador Lindbergh Farias (PT) disse que, se eleito governador do Rio, gostaria de manter José Mariano Beltrame na Segurança. O PT entregará os cargos no governo Cabral, mas não nos do PSB.

No ex-centro de tortura: Bolsonaro agride senador do PSOL

O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) deu um soco na barriga do senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), em tumulto durante visita da Comissão da Verdade a um ex-centro de tortura, em quartel na Tijuca.

Novos casos de Aids caem 33% desde 2001

Número de óbitos passou de 2,3 milhões para 1,6 milhão. Novas infecções caíram 33%.

As maiores vítimas do clima

Crianças serão mais afetadas. Alerta foi lançado em reunião do grupo climático da ONU, na Suécia.

 

 

 

O ESTADO DE S. PAULO

 

Governo reduz exigências e adia leilão de aeroporto

No setor ferroviário, União ainda prepara MP para dar base jurídica ao negócio, que pode ficar para 2015

Depois do fracasso da oferta ao mercado da concessão da BR-262 e da ausência de grandes petroleiras no primeiro campo a ser licitado no pré-sal, o governo reduziu as exigências para o leilão do aeroporto de Confins (MG), o que aumenta o leque de possíveis concorrentes. O leilão, porém, foi adiado de 31 de outubro para 22 de novembro. Uma medida provisória está sendo preparada para dar base legal às concessões ferroviárias. Mais de um ano depois do lançamento do programa, que é visto com ressalvas pelo setor privado, reconheceu-se que falta uma lei para dar maior segurança aos empreendimentos. No caso de Confins, a principal mudança é a abertura da concorrência a operadores internacionais de aeroportos que movimentem no mínimo 20 milhões de passageiros por ano. Até então, a exigência era de 35 milhões, cifra que foi mantida para o aeroporto do Galeão (RJ).

Janot garante aos colegas viagem em classe executiva

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, criou benefício que diferencia seus pares dos outros servidores e permite viagem na classe executiva. O subprocurador Brasilino Santos elogiou: “Ou é procurador ou é descamisado. Tem de separar as coisas”.

Um dia após tomar posse, o novo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, garantiu a seus colegas de carreira o direito de viajar ao exterior em classe executiva, espaço com mais conforto aos passageiros nas aeronaves, Amedida foi publicada no Diário Oficial da União na semana passada e diferencia os procuradores dos demais servidores do órgão. Na maioria dos casos, os funcionários comuns terão direito a viajar de classe econômica, enquanto que os procuradores, de executiva.

Mesmo declarando que nunca viajou para o exterior, o sub-procurador-geral da República Brasilino Santos defendeu a possibilidade dos integrantes da categoria de voarem em classe executiva. Ele comparou a situação de um procurador com a de um ministro de Estado. "Ou é procurador da República ou é descamisado. Tem que separar as coisas", afirmou Santos, ao destacar que a medida visa a proteger a "dignidade" da função. Ele lembrou que procuradores têm direito a passaporte diplomático.

Arrecadação recorde

O recolhimento de tributos federais em agosto foi de R$ 84 bilhões, recorde para o mês. As desonerações vêm reduzindo receita, mas o governo espera alta real de 3% em 2013.

Taquarituba decreta calamidade após tornado

A cidade de Taquarituba, no interior de São Paulo, registrou 2 mortos, 64 feridos, mais de 350 desalojados e ao menos 150 construções danificadas após a passagem de um tornado no domingo, com ventos que chegaram a 150 km/h. Ontem à tarde, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) percorreu as áreas mais atingidas e prometeu recursos para ajudar na reconstrução do município. Ao menos 80 postes caíram ou entortaram, o que deixou parte da cidade sem energia. O terminal rodoviário, uma escola, um entreposto agrícola e um centro esportivo foram destruídos.

Embargos não mudam 'julgamento político', diz PT

O presidente do PT, Rui Falcão, disse que a decisão do STF pela admissibilidade dos embargos infringentes no mensalão “não mudou a qualidade do julgamento” que, para ele, foi “eminentemente político”. Falcão afirmou esperar que no novo julgamento o STF reconsidere suas posições e conceda aos réus o benefício da dúvida. Na visão do dirigente, não há provas contra os condenados.

Cerco a shopping no Quênia acaba com 62 mortos

Após mais um dia de combates, o governo do Quênia disse ter retomado ontem o shopping invadido no sábado por milícia radical somali, em Nairóbi. O atentado deixou 62 mortos. Todos os reféns teriam sido libertados.

Confusão no batalhão

O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ), de frente, discute com o senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) no batalhão que foi sede do Doi-Codi, no Rio. Bolsonaro não foi convidado pela Comissão da Verdade para a visita. Randolfe disse ter sido agredido com soco.

59 federais adotam Enem pela 1ª vez

Levantamento feito pelo Estado mostra que pela primeira vez desde que foi criado, em 1998, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) será utilizado no processo seletivo de todas as 59 universidades federais do Brasil.

Maria S. Bastos Marques: a Olimpíada e o Rio

Já conseguimos antever o ressurgimento do Rio como um grande espaço de desenvolvimento, com impactos positivos para todo o País.

 

Navegue por editoria

 

Governo reduz exigência para leiloar Confins e adia disputa

Interessados no aeroporto poderão ter prática com fluxo menor de passageiros

CGU quer vetar cargo público a ex-assessora de Lula por 5 anos

A Controladoria-Geral da União recomendou a destituição de Rosemary Noronha, ex-chefe de gabinete da Presidência em SP nos governos Lula e Dilma, o que a impediria de trabalhar no serviço público por prazo estimado de cinco anos

Chanceleres de Irã e EUA farão 1ª reunião desde 1979

Os chefes da diplomacia de EUA e Irã vão se encontrar às margens da Assembleia-Geral da ONU para discutir o programa nuclear iraniano

Escombros

Casa no centro de Taquarituba (SP) posta abaixo depois da passagem do tornado anteontem; tempestade, que destruiu três bairros em menos de cinco minutos, deixou dois mortos, 64 feridos e centenas de desabrigados

Chefe de cartório acusa partido de forjar sua assinatura

Dois cartórios eleitorais de SP acusam o Solidariedade, novo partido do deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), de ter falsificado suas assinaturas no processo de registro

Arena Cadeião

O Tribunal de Justiça sugerirá ao governo do Amazonas que a Arena Amazônia, em Manaus, vire um centro de triagem de presos após a Copa-2014

Só olhando

Em seu 1º dia de trabalho em Pedreira (SP), a cubana Tania Sosa observa a enfermeira Tamara Farias atender paciente; como ela, a maioria dos estrangeiros do Mais Médicos ainda não possui registro e não pode atuar

 

 

CORREIO BRAZILIENSE

 

Sexo, corrupção e briga de policiais no centro do poder

No dia da operação que desmontou o megaesquema de desvio e lavagem de dinheiro no Distrito Federal e em nove estados, policiais federais e civis quase entraram em confronto em Brasília. A confusão, que assustou motoristas e pedestres, parou o trânsito na frente do Palácio do Planalto e até obrigou comboio de carros oficiais a mudar a rota para chegar à Presidência da República. A quadrilha, que se esbaldava em luxo — com iate, jato e carrões importados comprados com verbas de fundos de pensão de 15 municípios também teria recebido recursos do Programa Minha Casa, Minha Vida e de seis administrações regionais no DE Para aliciar prefeitos, a organização criminosa investiu até em sedução. Loira de olhos verdes, corpo escultural e 1,75m de altura, a modelo Luciane Hoepers, de 33 anos, tinha como missão, segundo a PF, aliciar prefeitos para o esquema.

Senado tem mais apadrinhados que concursados

Número de servidores de carreira soma 3.037, enquanto o de pessoas que ocupam cargos por indicação política chega a 3.228. Só neste ano, foram admitidas 588 sem concurso.

Governo reduz exigência para vender Confins

Medo de fiasco levou o Planalto a mudar regras dos leilões que entregarão à iniciativa privada a administração dos aeroportos do Galeão, no Rio, e de Confins, em Belo Horizonte. No caso do terminal mineiro, o lance inicial da privatização foi reduzido de R$ 1,56 bilhão para R$ 994 milhões.

Truculência dos tempos da ditadura

O PSol acusa o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) de bater no senador Randolfe Rodrigue e fará uma representação no Conselho de Ética. A agressão teria ocorrido na visita de parlamentares ao antigo DOI-Codi, no Rio, quando Bolsonaro tentou entrar à força no prédio.

Eleições 2014: aliados de Marina já discutem um "plano B"

Caso fracasse a criação da Rede, políticos que apoiam a ex-senadora buscam alternativas para disputar o próximo pleito.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!