Indonésia confirma execução de outro brasileiro condenado por tráfico

Rodrigo Muxfeldt Gularte deve ser executado na próxima semana. Ele tentou entrar no país com 6 kg de cocaína escondidos em pranchas de surfe e condenado a morte um ano depois

A família do paranaense Rodrigo Muxfeldt Gularte, condenado à morte na Indonésia por tráfico de drogas, foi informada oficialmente neste sábado (25) de que ele será executado, segundo reportagem da BBC Brasil. Até o momento, a data da execução do brasileiro ainda não confirmada. A expectativa é que ele seja executado, por fuzilamento, na próxima semana.

Rodrigo Gularte foi preso em julho de 2004 acusado do crime de tráfico de drogas e condenado a morte um ano depois. Ele tentou entrar no país com 6 kg de cocaína escondidos em pranchas de surfe. O governo brasileiro e os familiares de Goulart ainda tentaram reverter a pena com base em laudos médicos, mas não conseguiram. Eles alegaram que o brasileiro sofria de esquizofrenia.

Essa é a segunda execução de um brasileiro confirmada pelo governo da Indonésia. Em janeiro, o carioca Marco Archer Cardoso Moreira foi fuzilado após ser condenado também pelo crime de tráfico de drogas. Atualmente, pelas informações da BBC, dez condenados estão no corredor da morte incluindo cidadãos de Austrália, França e Nigéria. Apenas um é indonésio.

Neste sábado, diplomatas brasileiros informaram Gularte da decisão do governo da Indonésia. A defesa do brasileiro ainda vai tentar ingressar com um novo recurso, na próxima segunda-feira, alegando que o brasileiro sofre de uma doença mental.

Confira a reportagem completa da BBC Brasil

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!