Executivos do Bradesco morrem em queda de avião

Além dos presidentes do Bradesco Vida e Previdência e do Bradesco Seguros, morreram o piloto e o co-piloto do jatinho que seguia de Brasília para São Paulo. Acidente ocorreu na divisa de Goiás com Minas

Um avião Cessna Citation, com quatro pessoas a bordo, caiu na divisa entre Minas Gerais e Goiás na noite dessa terça-feira (10). Na aeronave,de propriedade do Bradesco, estavam dois tripulantes e dois passageiros – o presidente do Bradesco Seguros, Marco Antônio Rossi, e o presidente do Bradesco Vida e Previdência, Lúcio Flávio Conduru de Oliveira. Os nomes do piloto e do co-piloto ainda não foram divulgados. Todos morreram no desastre.

O desastre ocorreu na área rural do município de Guarda-Mor, em Minas Gerais, próximo à divisa com Santo Antônio do Rio Verde, em Goiás. Segundo os bombeiros, uma cratera de cinco metros de profundidade e 12 de diâmetro foi aberta com a queda do avião.

Em nota, a Força Aérea Brasileira informou que o jatinho sumiu dos radares do controle aéreo às 19h04. O avião, que havia saído de Brasília às 18h39, tinha como destino o aeroporto de Congonhas, em São Paulo.

Mais sobre acidentes

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!