Os momentos mais marcantes de 2015, em vídeo

Tapas na Câmara, xingamentos no Senado, o processo de impeachment contra Dilma, a prisão de Delcídio, a chuva de dólares sobre Eduardo Cunha: não são poucas as imagens deste ano que tão cedo não serão esquecidas

Operação Lava Jato e um de seus desdobramentos, a Catilinárias. Operação Zelotes, contra gatunos do Fisco. CPIs da Petrobras, do BNDES, dos fundos de pensão. Conselhos de Ética da Câmara e do Senado. Processo de impeachment, prisão de senador, Eduardo Cunha e suas contas secretas (e chuva de dólares, literalmente), carta-desabafo de Michel Temer, rebaixamento da economia, pedaladas de Dilma – nos dois sentidos. Desastre em Mariana, ocupação de escolas em São Paulo... a lista é grande.

Se o respeitável público achou que os anos do mensalão, a partir de 2005, levaram a política à tensão máxima, 2015 mostrou que não há limite para o estresse político quando se juntam corrupção, ineficiência da administração federal e radicalização na disputa entre governo e oposição. Pela primeira vez desde a Constituição Federal de 1998, um senador foi preso no exercício do mandato – e o Senado, em histórica votação, o manteve preso: Delcídio do Amaral (PT-MS), ex-líder do governo no Senado, com trânsito na oposição e acesso fácil à presidente Dilma Rousseff e ao ex-presidente Lula.

Foi o ano em que banqueiros e megaempresários do setor da infraestrutura foram parar na cadeia, algo impensável no passado recente do país. Foi o ano em que o juiz federal Sérgio Moro, da Justiça paranaense, virou herói nacional para grande parte da opinião pública, ocupando um espaço que já foi do ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa. Foi o ano em que mandatários trocaram tapas e, assim, resumiram como o Conselho de Ética tratou o processo de cassação aberto contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ): dando um tapa na cara da sociedade. Foi o ano em que deputados quebraram urnas de votação computadorizadas durante a tentativa de criação da comissão processante do impeachment. Aqui, um infeliz parêntesis: o deputado Laerte Bessa (PR-DF) chegou ao ponto de dar uma cabeçada no colega Nilto Tatto (PT-SP).

Bem, não há como resumir o que foi este ano apenas com palavras. Nas redes sociais e em aplicativos como WhatsApp, memes, gifs (animações de curtíssima duração) e montagens se proliferaram, com referências ao exaustivo e quase inacreditável 2015. Os vídeos abaixo selecionados pelo Congresso em Foco fazem um resumo dos momentos mais incríveis que testemunhamos nos últimos 12 meses no Brasil.

Para dar um toque mais global à lista, acrescentamos as imagens de mais uma ação terrorista na França, um dos episódios de maior impacto de um ano também marcado em escala internacional pela crise imigratória e pela retomada das relações diplomáticas entre Estados Unidos e Cuba. A seguir, os dez momentos mais marcantes de 2015.

1. Empurrões, cabeçada e urnas quebradas na escolha da comissão do impeachment:

 

2. Tapas no Conselho de Ética da Câmara:

 

3. “Vossa excelência é que é safado e bandido” – a troca de acusações entre os senadores Ronaldo Caiado (DEM-GO) e Eduardo Braga (PMDB-AM), atual ministro de Minas e Energia:

 

4. A rejeição das contas de Dilma pelo Tribunal de Contas da União (íntegra do julgamento):

 

5. A leitura do pedido de impeachment de Dilma (íntegra):

 

6. A chuva de dólares sobre Cunha:

 

7. A decisão que manteve a prisão do senador Delcídio do Amaral (anúncio do placar em 29 minutos e  25 segundos):

 

8. 13 de novembro, o pior atentado da história da França:

 

9. Não vim pra escola para voltar de camburão – a ocupação dos estudantes em São Paulo:

 

10. Desastre ambiental – o rompimento da barragem de minério em Mariana (MG):

 

E, para não finalizarmos este registro de maneira tão pesada, e já que estamos em época natalina, vale a pena assistir este filme de pouco mais de dois minutos. Produzido por uma empresa alemã, sua atmosfera de amor em tempos de irracionalidade ganhou o mundo. Confira:

 

Mais sobre crise política

Mais sobre Legislativo em crise

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!