País está entrando em “era de prosperidade”, afirma Dilma

Presidenta faz balanço positivo de 2011 e aponta perspectivas para o ano que começa. Para ela, setor social consolidará políticas públicas e país continuará crescendo

Na primeira edição de 2012 de seu programa semanal de rádio, a presidenta Dilma Rousseff afirmou que 2011 foi um ano bom para o Brasil e que o país está entrando em uma era de prosperidade.

"Vamos continuar transformando o presente e construindo um belo futuro para nossos filhos e netos", afirmou a presidenta, que ressaltou a geração de emprego no ano passado, com mais de dois milhões de postos de trabalho criados. A presidenta também afirmou que o crescimento brasileiro será bom, porque, segundo ela, está acompanhado de inflação baixa, de juros descendentes, de aumento do emprego, de distribuição de renda e de diminuição de desigualdades.

Para Dilma, 2012 será um marco de consolidação do modelo brasileiro. "Com menos impostos e mais crédito a economia brasileira vai crescer mais", disse. Ela destacou a redução de tributos para as mais de 5 milhões de pequenas empresas que fazem parta do Simples, e para os microempreendedores individuais. A presidenta ainda informou que até 2014 a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil irão investir mais de R$ 125 bilhões no programa Minha Casa, Minha Vida.

Neste ano, as políticas públicas sociais serão ampliadas e estabilizadas. "Uma coisa, em especial, aumenta a minha alegria. É o fato de que, além de garantir a estabilidade econômica, o governo vai poder ampliar nossas políticas de apoio aos mais necessitados", disse. De acordo com a presidenta, o programa Brasil sem Miséria será totalmente consolidado em 2012, além de outros programas criados recentemente. Na mensagem, Dilma afirmou que já foram liberados recursos para a construção de 1500 novas creches e pré-escolas, e que o governo está em fase final de seleção de outras 1500 creches.

Para combater o avanço das drogas no país, ela informou que R$ 4 bilhões serão investidos neste ano para implementar o programa "Crack, é possível vencer", que vai dar assistência médica, social e pedagógica aos dependentes de droga e suas famílias; e vai também combater de forma vigorosa o narcotráfico e suas máfias.

Leia a íntegra do Café com a Presidenta:

Apresentador: Olá, amigos, eu sou o Luciano Seixas e estou aqui para dizer que o Café de hoje será diferente. A presidenta Dilma Rousseff deixou uma mensagem de fim de ano para os brasileiros e brasileiras. E nós vamos ouvir alguns trechos:

Presidenta: Queridas brasileiras, queridos brasileiros, nada melhor para uma mãe, ou para um pai de família, quando pode dizer a seus filhos: apesar das dificuldades, graças a Deus este foi um ano bom; e, com certeza, o próximo será ainda melhor. Igual a cada um de vocês, ainda estou longe de me sentir satisfeita. Mas tenho cada vez mais convicção de que podemos e vamos avançar muito mais. Com planejamento e políticas acertadas, estamos conseguindo proteger a nossa economia, os nossos setores produtivos e, sobretudo, o emprego dos brasileiros. Estamos transformando um momento de crise em um momento de oportunidade e entrando em uma nova era, uma era de prosperidade. No ano em que quase todos os países do mundo perderam emprego, nós criamos mais de dois milhões de novos postos de trabalho. No ano em que grandes potências mundiais estão tendo crescimento negativo, ou igual a zero, nós vamos ter um bom crescimento. Porque ele está acompanhado de inflação baixa, de juros descendentes, aumento do emprego, distribuição de renda e diminuição de desigualdades.

Apresentador: A presidenta Dilma Rousseff também falou sobre as perspectivas para o ano que começa agora:

Presidenta: 2011 foi um ano de grande prova; e 2012 será mais um marco de consolidação do modelo brasileiro. 2012 começará com menos tributos para as mais de 5 milhões de pequenas empresas que estão no Simples, e para os Microempreendedores Individuais. Estes empreendedores também vão ter crédito mais fácil e mais barato. Todos os brasileiros vão ter mais facilidades para comprar a casa própria. Até 2014 a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil vão investir mais de 125 bilhões de reais no Minha Casa, Minha Vida. Somente este ano, já contratamos 341 mil novas moradias, entregamos 400 mil moradias e outras 500 mil estão em obras. Serão milhões e milhões de famílias pobres e de classe média realizando o sonho da casa própria. Reduzimos, também, o IPI sobre geladeiras, fogões e máquinas de lavar, para baratear o custo destes produtos. Também renovamos a redução de tributos de caminhões, utilitários e máquinas agrícolas, para apoiar nossa agricultura. Com menos impostos e mais crédito a economia brasileira vai crescer mais.

Apresentador: Os investimentos em obras e os programas sociais também foram destaque na mensagem de fim de ano da presidenta Dilma:

Presidenta: Mais emprego, mais progresso, mais desenvolvimento e melhor infra-estrutura continuarão sendo trazidos pelas obras do PAC, que, em 2012, ganharão ainda mais ímpeto, em todo território nacional. Porém uma coisa, em especial, aumenta a minha alegria. É o fato de que, além de garantir a estabilidade econômica, o governo vai poder ampliar nossas políticas de apoio aos mais necessitados. Por exemplo: o Programa Brasil Sem Miséria, que já produziu grandes resultados, vai se consolidar plenamente em 2012. Também vamos poder consolidar programas que o governo federal criou recentemente. Já liberamos recursos para a construção de 1500 creches e pré-escolas, e estamos na fase final de seleção de mais 1500 novas creches para 2012. Na saúde, o Melhor em Casa vai continuar levando assistência médica, de qualidade, na própria casa de milhões de brasileiros. O S.O.S Emergência vai continuar melhorando o atendimento nos principais pronto-socorros do país. Com investimentos de 4 bilhões de reais, estamos implantando o programa "Crack, é possível vencer", que vai dar assistência médica, social e pedagógica aos dependentes de droga e suas famílias; e vai também combater de forma vigorosa o narcotráfico e suas máfias. Por meio do Programa Viver Sem Limites, daremos um forte apoio aos 45 milhões de brasileiros que sofrem com alguma deficiência física ou psicológica. Na educação, o Pronatec vai continuar matriculando alunos em cursos técnicos em todo país. Até 2014, vamos preencher 8 milhões de vagas.

Apresentador: A presidenta Dilma Rousseff disse ainda que conta com você, cidadão brasileiro, para construir um país mais rico e sem pobreza:

Presidenta: Juntos, nós brasileiros, vamos continuar melhorando econômica, social e politicamente e reforçando nossos valores morais e éticos. Vamos continuar transformando o presente e construindo um belo futuro para nossos filhos e netos.

Apresentador: Você que nos ouve pode acessar este programa na internet pelo www.cafe.ebc.com.br. Um Ano Novo cheio de realizações pra você nosso ouvinte, e até semana que vem.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!