Desobstrução de rodovias ainda é lenta; Temer e ministros analisam quadro

 

Quase 24 horas após o governo autorizar o uso das Forças Armadas para desobstruir as rodovias federais, pelo menos 387 pontos seguem com algum tipo de retenção, segundo dados divulgados nesta manhã pelo Ministério da Defesa. Outros 132 que estavam bloqueados até ontem foram liberados. Este é o sexto dia de paralisação dos caminhoneiros em protesto contra o preço do diesel.

O presidente Michel Temer está reunido com ministros para avaliar a efetividade das medidas tomadas para liberar as rodovias e reabastecer o país com os produtos retidos nos caminhões. Entre essas medidas está o decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), editado ontem (25).

Na última quinta-feira (24), o governo federal anunciou acordo com lideranças de algumas associações da categoria, mas várias estradas continuaram obstruídas, ainda que parcialmente.

Participam da reunião os ministros Raul Jungmann, da Segurança Pública, Sérgio Etchegoyen, do Gabinete de Segurança Institucional, o general Silva e Luna, da Defesa, e Eliseu Padilha, da Casa Civil.

<< Temer decreta Garantia da Lei e da Ordem em todo país até 4 de junho
<< Moraes acata pedido da AGU e autoriza uso da força para desbloquear rodovias

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!