Deputados do Pernambuco com acusações criminais

Saiba quem são os investigados, as suspeitas que há contra eles e os esclarecimentos de cada um

Adalberto Cavalcante (PTB-PE)
Ação Penal 976 - Crimes praticados contra a administração em geral, emprego irregular de verba ou rendas públicas

 

Augusto Coutinho (SD-PE)
Ação Penal 978 - Crimes contra o meio ambiente e o patrimônio genético

 

Betinho Gomes (PSDB-PE)
Inquérito 4125 - Crimes eleitorais

 

Eduardo da Fonte (PP-PE)
Inquérito 3989 - Corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha
Inquérito 3998 - Corrupção passiva, lavagem ou ocultação de bens, direitos ou valores
Inquérito 4118 - Investigação penal

 

Kaio Maniçoba (PMDB-PE)
Inquérito 4105 - Falsidade ideológica

 

Luciana Santos (PCdoB-PE)
Inquérito 3613 - Crime contra lei de licitações e improbidade

 

Marinaldo Rosendo (PSB-PE)
Ação Penal 998 - Crimes contra a ordem tributária
Inquérito 4299 - Crimes eleitorais
Inquérito 4288 - Crimes eleitorais e captação ilícita de votos ou corrupção eleitoral
Inquérito 4262 - Crimes de Responsabilidade

 

Ricardo Teobaldo (PTN-PE)
Inquérito 4251 - Crimes da Lei de licitações e crimes de responsabilidade

 

Zeca Cavalcanti (PTB-PE)
Inquérito 4044 - Crimes de Responsabilidade
Inquérito 4082 - Crimes da lei de licitações e crimes de responsabilidade
Inquérito 4083 - Sem detalhes sobre a investigação na página do STF
Inquérito 4084 - Jurisdição e Competência e emprego irregular de verbas ou rendas públicas
Inquérito 4094 - Crimes de responsabilidade
Inquérito 4095 - Crimes de responsabilidade
Inquérito 4257 - Crimes de responsabilidade
Inquérito 4120 - Crimes de responsabilidade
Inquérito 4236 - Crimes de responsabilidade
Inquérito 4240 - Improbidade administrativa e crimes da lei de licitações

Ao Congresso em Foco, o deputado prestou os seguintes esclarecimentos:

"Não há nenhuma ação penal em trâmite em desfavor do deputado junto ao Supremo Tribunal Federal.O parlamentar não foi indiciado em nenhum inquérito;Os apontamentos constantes da solicitação formulada por V. Senhoria se referem apenas a investigações de questões ocorridas na época na qual o Deputado foi Prefeito da cidade de Arcoverde – Pernambuco, entre os anos de 2005 e 2012;

O parlamentar encontra-se absolutamente tranquilo em relação aos pontos que estão sendo averiguados pelo Supremo Tribunal Federal, e a todo momento tem colaborado para o esclarecimento dos fatos;

Por fim, em dois procedimentos – Inquéritos 4068 e 4109 – já houve pedidos de arquivamento formulado pelo Procurador Geral da República, Dr. Rodrigo Janot, pelo fato do Ministério Público Federal ter reconhecido a ausência de demonstração de qualquer conduta ilícita por parte do Deputado, pedidos esses acolhidos pelo Ministro Marco Aurélio Mello."

Mais sobre processos

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!