Deputado é pego em blitz da Lei Seca em Brasília

Gladson Cameli (PP-AC), que está no segundo mandato na Câmara, foi flagrado acima do limite alcoólico permitido para dirigir

O deputado Gladson Cameli (PP-AC) foi flagrado na madrugada desta terça-feira (31) em uma blitz da Polícia Militar, em Brasília, dirigindo acima do limite alcoólico permitido por lei. De acordo com a PM, ele fez o teste do bafômetro, que constatou 1,14 miligramas de álcool no sangue. O máximo permitido é de 0,33 miligramas.

Até o momento, o Cameli não se manifestou. No gabinete dele na Câmara, ninguém atende aos telefonemas do Congresso em Foco. Segundo a PM brasiliense, ele foi parado na avenida W3 Norte, por volta das 2h30. Por ser parlamentar, o caso dele foi encaminhado à Câmara. Se não tivesse imunidade parlamentar, Cameli poderia ficar até seis meses preso.

Um inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) deve ser aberto para apurar as circunstâncias. Se tivesse se recusado a fazer o bafômetro, o deputado seria multado e haveria apenas um processo administrativo.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!