Conheça os denunciados, os investigados e o que eles dizem

Na primeira leva de denúncias, golpe da creche resultou em abertura de processo contra 20 pessoas

OS 20 DENUNCIADOS NA 10ª VARA FEDERAL

Atuação Nome Acusação
Agiam dentro do Congresso Raymundo Veloso (PMDB-BA), ex-deputado Contratar o cantor sertanejo fantasma Igor. Crime imputado: peculato
Agiam dentro do Congresso Franzé, ou Francisco José Feijão, líder do esquema e ex-motorista do deputado Sandro Mabel (PMDB-GO) Aliciar várias pessoas para serem funcionários fantasmas e fraudar o auxílio-creche, inclusive usando seus próprios filhos. Crimes: peculato, estelionato, lavagem de dinheiro
Agiam dentro do Congresso Abigail Pereira da Silva, ex-servidora de Raymundo Veloso  e mulher de Franzé Aliciar várias pessoas para serem funcionários fantasmas e fraudar o auxílio-creche, inclusive usando seus próprios filhos. Crimes: peculato e estelionato
Agiam dentro do Congresso Maria Solange Lima, chefe de gabinete de Mabel Ajudou na manutenção dos servidores fantasmas Severino Lourenço e Márcia Flávia*. Crime: peculato. Como ajudou nas investigações, o MPF pediu benefícios da delação premiada para ela.
Agiam dentro do Congresso Clébia Pereira da Silva, ex-funcionária do gabinete de Veloso e irmã de Abigail Aliciar pessoas para serem funcionários fantasmas e de fraudar o auxílio-creche. Crime: peculato
Agiam dentro do Congresso Eliane Lourenço do Nascimento, que foi servidora de verdade da Câmara Ajudou a aliciar pessoas para serem funcionários fantasmas e de fraudar o auxílio-creche, dentre eles seu primo Severino Lourenço. Crime: peculato
Agiam dentro do Congresso Cauí, ou Cláudio Sidney de Camargo, ex-funcionário da Câmara Ajudou a aliciar pessoas para serem funcionários fantasmas e de fraudar o auxílio-creche. Crime: peculato
Agiam dentro do Congresso Eurípedes Cardoso dos Santos, que foi funcionário de verdade da Câmara Ajudou a aliciar pessoas para serem funcionários fantasmas e de fraudar o auxílio-creche. Crime: peculato
Apoio nas escolas Jaqueline Medeiros Rosa, ex-funcionária de creche Fraudar recibos de pagamento das escolas para garantir fraude no auxílio-creche de outros. Crime: estelionato
Apoio nas escolas Patrícia Cordeiro Soares, ex-funcionária de creche Fraudar recibos de pagamento das escolas para garantir fraude no auxílio-creche de outros. Crime: estelionato
Apoio nas escolas Maria Edna Clara, dona de creche Fraudar recibos de pagamento das escolas para garantir fraude no auxílio-creche de outros. Crime: estelionato
Fantasmas Igor, ou Zenon Vaz da Silva, o cantor sertanejo Ser funcionário fantasma do gabinete de Raymundo Veloso. Crime: peculato
Fantasmas Eveline Quaresma Ser funcionário fantasma da Câmara. Crime: peculato
Fantasmas Rosângela Rocha Ser funcionária fantasma. Crime: peculato
Fantasmas Alda Silva Bandeira Ser funcionária fantasma. Crime: peculato
Fantasmas Wellington Luís da Silva Ser funcionário fantasma da Câmara. Crime: peculato
Fraudador de auxílio-creche Rafael dos Reis Gonçalves, servidor de verdade da Câmara e cunhado de Abigail. Fraudar auxílio-creche para si. Crime: estelionato.
Fraudador de auxílio-creche Sandro José Ribeiro, servidor de verdade Fraudar auxílio-creche para si. Crime: estelionato.
Fraudador de auxílio-creche Rebeca Medeiros, servidora de verdade e filha de Jaqueline Medeiros Fraudar auxílio-creche para si. Crime: estelionato.
Fraudador de auxílio-creche Rosa Maria Nunes Silva Alves, servidora de verdade da Câmara Fraudar auxílio-creche para si. Crime: estelionato.

Fonte: Congresso em Foco, com base em denúncias do MPF. *nome fictício para preservar a identidade de entrevistada

 

OS INVESTIGADOS NO STF

– Sandro Mabel, deputado pelo PMDB-GO. O inquérito 3421 apura se ele participou da contratação do pasteleiro Severino Lourenço, que nunca foi funcionário da Câmara e recebia até R$ 7 mil por mês entre salários e benefícios.

– Franzé, ex-motorista de Mabel, apontado como líder do “golpe da creche”.

– Severino Lourenço, funcionário fantasma da Câmara, é, na verdade, trabalhador de uma pastelaria no Distrito Federal.

Veja que dizem os denunciados e os investigados

Entenda a fraude do golpe da creche e suas variantes


MPF denuncia 20 por golpe de R$ 2 milhões na Câmara

Mais sobre golpe da creche

Nosso jornalismo precisa da sua assinatura

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!