Com candidatura contestada, Arruda lidera disputa pelo governo do DF

Atual governador, o petista Agnelo Queiroz aparece com a maior taxa de rejeição: 46%. Ex-governador, Arruda é rejeitado por 32% dos entrevistados

Condenado por improbidade administrativa em segunda instância, José Roberto Arruda (PR) tem 32% das intenções de voto na disputa pelo governo do Distrito Federal, conforme pesquisa realizada pelo instituto Ibope e divulgada hoje (30) pela TV Globo.

Em seguida, aparecem o atual governador Agnelo Queiroz (PT), com 17%, o senador Rodrigo Rollemberg (PSB), com 15%, Toninho do Psol (Psol), com 6%, o deputado federal Luiz Pitiman (PSDB), com 6%, e Perci Marrara (PCO), com 1%. Brancos e nulos: 13%.

A pesquisa foi realizada entre 26 e 28 de julho e está registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-00267/ 2014. O instituto ouviu 1.204 eleitores. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

Agnelo Queiroz aparece com a maior taxa de rejeição: 46%. Arruda é rejeitado por 32% dos entrevistados. Ele já foi governador do DF. Chegou a ser preso. Foi condenado pelo esquema conhecido como “mensalão do DEM” e pode ter o pedido de registro de candidatura negado pela Justiça eleitoral. O Ministério Público quer que seja declarada a inelegibilidade de Arruda, com base na lei da Ficha Limpa.

 

Mais sobre eleições de 2014

Assine a Revista Congresso em Foco em versão digital ou impressa

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!