Candidatos priorizam eleitores de São Paulo e Rio na TV

Dilma criticou a administração tucana em São paulo citando a crise de abastecimento d'água. Já Aécio Neves investiu em se comunicar com o eleitor do Rio de Janeiro mostrando cenas de caminhada na praia de Copacabana

Faltando apenas uma semana para eleição os dois presidenciáveis começaram o programa eleitoral na tentativa de reverter a votação em primeiro turno em dois dos principais colégios eleitorais do Brasil: Rio de Janeiro e São Paulo.

Dilma Rousseff (PT) abriu sua propaganda criticando a crise de abastecimento em São Paulo, onde no primeiro turno perdeu para Aécio Neves (PSDB) por mais de 5 milhões de votos. Afirmou que o governo federal tenta ajudar o governo liberando empréstimos para que a administração Geraldo Alckmin possa investir em obras do sistema São Lourenço. “Mas o governo federal só pode agir se o governo estadual pedir ou autorizar. Nós estamos liberando 1,8 bilhões com juros subsidiados pela Caixa Econômica Federal”, afirmou a presidente no programa.

Já Aécio Neves que ficou em terceira colocação no primeiro turno no Rio de Janeiro focou na população carioca mostrando cenas da caminhada que promoveu neste domingo (19) na praia de Copacabana. Na peça foram editados trechos em que os eleitores presentes cantam o hino nacional na tentativa de dar um tom emocional ao programa.

Os dois candidatos utilizaram ainda imagens do debate deste domingo na TV Record. Dilma mostrou o trecho em que rebate afirmações de Aécio sobre desvalorização da Petrobras e afirma tratar com transparência denúncias de corrupção determinando investigações.

Já o candidato tucano fez um mix do último debate do primeiro turno e dos três debates deste segundo turno, com destaque para o mais recente. No encerramento optou por mostrar a sua fala na consideração final para reforçar a mensagem que vem tentando passar de que simboliza a mudança afirmando que não é mais “um candidato de um partido. E sim de todos os brasileiros que querem mudança”.

Mais sobre as eleições

Assine a Revista Congresso em Foco

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!