Candidato ao Senado agride eleitora e TRE manda prendê-lo; veja o vídeo

Marido de vítima diz que confusão ocorreu porque candidato e assessores queriam furar fila. PM informou que está tomando medidas

Candidato ao Senado por Alagoas, Marcos Antonio Brito (PEN), coronel da reserva da Polícia Militar (PM), foi flagrado dando um tapa no rosto de uma eleitora que estava na fila para votação em uma seção eleitoral de Maceió (AL). O vídeo mostrando a agressão circula na internet. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AL) determinou a prisão do candidato.

De acordo com Amaury Franco, marido da vítima, o coronel e assessores queriam furar a fila, daí a confusão.

A Polícia Militar de Alagoas emitiu nota informando que "a vítima foi encaminhada à central de flagrantes, além de orientada a procurar a corregedoria-geral da polícia para a instauração das medidas cabíveis".

“Iremos, ainda, abrir procedimento administrativo através da corregedoria, a fim de apurar possível transgressão cometida pela guarnição responsável pelo policiamento na seção eleitoral", diz a PM na nota.

 

Mais sobre as eleições

Assine a Revista Congresso em Foco

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!