Campanha de Aécio pagou R$ 360 mil a Alexandre Moraes

Senador participará da sabatina de Alexandre de Moraes para o Supremo Tribunal Federal. Advogado prestou serviço de consultoria jurídica nas áreas de Direito Constitucional e Administrativo

 

Postulante a uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF), o ex-ministro da Justiça Alexandre de Moraes recebeu mais de R$ 360 mil da campanha de Aécio Neves para a Presidência da República em 2014. As informações constam na prestação de contas do senador no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e foram divulgadas pela repórter Daniela Garcia, do portal Uol.

Segundo os dados, a Coligação Muda Brasil, de Aécio, fez a transferência do valor de R$ 364.652,98 para a empresa Alexandre de Moraes Sociedade de Advogados.

Reprodução/Uol

O senador participará da sabatina de Moraes na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) na próxima terça-feira (21). Ao todo, o colegiado é composto por 27 membros, entre titulares e suplentes, e deve questionar o candidato a ministro sobre questões polêmicas, seu passado, opiniões e como pretende desempenhar a função. Moraes é filiado ao PSDB. Para assumir o STF, terá que sair do partido.

Ao Uol, Moraes afirmou que "prestou serviços de consultoria jurídica nas áreas de Direito Constitucional e Administrativo, inclusive com a elaboração de argumentos, pareceres e memoriais". À época, o advogado não era do quadro do PSDB - sigla na qual se filiou em dezembro de 2015. Recentemente, Moraes pediu para se desfiliar do partido que passou a integrar quando foi secretário de segurança pública de São Paulo na gestão de Geraldo Alckmin. Já o senador Aécio Neves não quis se pronunciar sobre o caso.

Mais sobre Aécio Neves

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!