Câmara terá comissão geral para segurança e trânsito

Deputados vão discutir com juristas e representantes do Ministério da Justiça projetos para a área e para combate à violência no trânsito. Debate está previsto para março

A Câmara vai organizar uma comissão especial em março para debater projetos relacionados à segurança pública e à violência no trânsito. O anúncio foi feito nesta terça-feira (26) pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, após reunião com o presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), para tratar de temas prioritários para o governo federal.

Curta o Congresso em Foco no Facebook
Siga o Congresso em Foco no Twitter

A data ainda não foi marcada. Mas, de acordo com Cardozo, será em um "dia nobre no Congresso". Deputados consideram as terças e quartas-feiras como dias nobres por causa da maior presença de parlamentares na Casa. Até o momento a pauta também não está definida. Dois temas, adiantou Cardozo, devem entrar: adicional de fronteiras e Marco Civil da Internet.

"Temos uma lista de projetos que são muito importantes para nós, para a política de segurança e para nossa política de enfrentamento da violência no trânsito. Apresentei uma lista preliminar ao presidente e ele decidiu convocar comissão geral em dia nobre do Congresso Nacional para discutir projetos de segurança pública e de violência no trânsito", disse Cardozo.

Segundo o ministro, a comissão geral terá a presença de parlamentares, juristas, especialistas nas duas áreas e representantes do governo federal. A intenção é debater o dia inteiro os temas. Cardozo acrescentou que um dos projetos colocados como prioritários pelo Ministério da Justiça é o que trata do adicional de fronteiras. "Esse é um projeto que para o plano de fronteira de fundamental importância", afirmou.

Leia também:

Indicação ao STF será feita “oportunamente”, diz Cardozo

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!