Caesb altera cronograma de racionamento em parte de Taguatinga e Águas Claras

De acordo com a Companhia, as medidas visam reduzir alguns transtornos aos moradores e facilitar as operações de fechamento e abertura de redes

 

A Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) alterou a programação de parte da quadra QNL/EQNL em Taguatinga e também de parte de Águas Claras. Em Águas Claras, onde haviam relatos de demora no retorno da água, a Companhia resolveu unificar as áreas denominadas de Águas Claras zona alta e Águas Claras zona baixa. A partir da próxima semana, haverá apenas Águas Claras e o racionamento será realizado no mesmo dia em toda a região administrativa. Conforme informações da Caesb, a medida foi adotada para facilitar o entendimento da população que estava confusa sobre a divisão e também para facilitar o fechamento e abertura de redes.

Como os moradores de Águas Claras zona alta tiveram corte de água na última quinta-feira (02), a Caesb não efetuará o corte dessa zona nesta segunda-feira (06), conforme cronograma anterior. A região sofrerá o corte apenas no próximo domingo (12). De acordo com a Caesb, a medida evitará “que essa população tenha um período reduzido de dias estabilizados no abastecimento de água” nesta semana. Já os moradores da área denominada Águas Claras zona baixa terá o corte como estava programado para esta segunda-feira (6).

As alterações no cronograma de rodízios de água foram realizadas com intuito de reduzir alguns transtornos para moradores e facilitar as operações de fechamento e abertura de redes. Em Taguatinga, algumas quadras da QNL sairão do rodízio de Ceilândia Leste e passarão para o rodízio de Taguatinga Norte. Com a mudança, o corte programado para esta segunda-feira (06) passa para quarta-feira (08).

As quadras onde ocorrem a mudança são: QNL/EQNL (01, 02, 03, 04, 05, 06, 07, 08, 10 e 12). As demais quadras da QNL continuarão no cronograma de Ceilândia Leste, bem com as quadras QNJ e QNM, conhecida como M-Norte.

No último dia 25 de janeiro, o Governo do Distrito Federal declarou situação de emergência no Distrito Federal para os próximos 180 dias devido ao baixo volume de chuvas nos últimos meses que levaram à escassez hídrica nos reservatórios. Nesta semana, a cidade entra na quarta semana de racionamento de água - que não tem previsão para ser suspenso.

Atualmente, apenas as regiões abastecidas pelo reservatório do Descoberto estão sofrendo com o racionamento. O descoberto é responsável pelo fornecimento de água para cerca de 1,8 milhão de habitantes no DF. As demais regiões abastecidas pelo Reservatório Santa Maria estão sendo afetas apenas com a redução na pressão da água. A medida propiciará que a água chegue com menos força às residências localizadas na Asa Norte, Asa Sul, Noroeste e Sudoeste, Lago Norte, Lago Sul, Jardim Botânico, Paranoá e Itapoã e SOF Sul.

Mais sobre crise hídrica no DF

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!