APCF será parceira do Prêmio Congresso em Foco

Rudolfo Lago


A ação dos peritos da Polícia Federal no caso Banestado conseguiu que o país recuperasse R$ 8 bilhões de recursos remetidos ilegalmente para o exterior. É um exemplo de como a perícia age na defesa do país e, como consequência, na promoção da cidadania. Por isso, a Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF), ao se tornar parceira da edição de 2011 do Prêmio Congresso em Foco, resolveu assinar uma premiação especial para o deputado ou senador mais identificado com a Defesa da Democracia e Promoção da Cidadania.


Como nas edições anteriores, o Prêmio Congresso em Foco homenageará os parlamentares que mais se destacaram durante a legislatura. Além da premiação principal, que honra os melhores deputados e senadores do ano, há categorias especiais. E a Defesa da Democracia, acrescida à Promoção da Cidadania, será uma delas.


A premiação ocorrerá em duas etapas. Num primeiro momento, os jornalistas que cobrem o Congresso Nacional escolhem livremente uma lista com os nomes dos deputados e senadores que, na sua avaliação, melhor representaram a sociedade no Congresso, de um modo geral e nas categorias especiais (além da Defesa da Democracia e Promoção da Cidania, Defesa da Educação, Defesa da Saúde, Combate à Corrupção, Defesa do Município, entre outras).


A lista resultante da escolha dos jornalistas será colocada na internet, para ser submetida à escolha dos leitores. Essa votação entre os internautas escolhe os melhores do ano. Critérios de fiscalização, inclusive obtidos com a ajuda da própria APCF, impedem duplicidade de votos ou outros problemas que poderiam comprometer a veracidade do resultado final.


Identificação


Para o presidente da APCF, Hélio Buchmüller, o Prêmio Congresso em Foco é uma iniciativa importantíssima, na sua tarefa de destacar os deputados e senadores que, na sua atuação, "fazem a diferença". Trata-se de um prêmio, no entender de Buchmüller que busca sugerir um bom padrão de comportamento ao político. "A APCF se identifica totalmente com essa iniciativa", diz ele.


A escolha por assinar a premiação que escolherá o parlamentar mais identificado com a defesa da democracia e a promoção da cidadania acontece, no entender de Buchmüller, porque o tema está na vocação da perícia policial. "Quando usamos a ciência para chegar à verdade de uma apuração policial, estamos promovendo a cidadania", considera ele. "A verdade traz a justiça. E a justiça promove a cidadania", completa Buchmüller.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!