Quem são os 108 novos suplentes de senador

Edson Sardinha


ACRE


- Jorge Viana (PT)
Patrimônio declarado: R$ 2.326.331,38
1º suplente: Nilson Mourão (PT-AC) – professor universitário, é deputado federal .
Patrimônio declarado: R$ 295.123,63
2º suplente: Gabriel Maia (PSB) – advogado, presidente estadual do PSB. Foi diretor do Serviço de Água e Esgotos de Rio Branco (Saerb).
Patrimônio declarado: R$ 108 mil


- Sérgio Petecão (PMN)
Patrimônio declarado: R$ 282.719,00
1º suplente: Fernando Lage (DEM) – empresário. Foi presidente do conselho deliberativo do Sebrae no Acre entre 2003 e 2006. Doou R$ 80 mil para a campanha do senador eleito.
Patrimônio declarado: R$ 8.375.893,00
2º suplente: Armando José (PSC) – empresário, é vereador em Cruzeiro do Sul. 
Patrimônio declarado: nenhum bem declarado.

ALAGOAS


- Benedito de Lira (PP)
Patrimônio declarado: R$ 551.937,16 
1º suplente: Givago Tenório (PSDB) – empresário e pecuarista, foi presidente da Associação dos Criadores de Alagoas e da Associação Brasileira de Santa Inês.
Patrimônio declarado: R$ 13.185.972,40 
2º suplente: Milton Pessoa (PP) – engenheiro, foi vereador em Atalaia. 
Patrimônio declarado: 1.243.688,08 


- Renan Calheiros (PMDB)
Patrimônio declarado: R$ 2.182.870,98
1º suplente: Fábio Farias (PMDB) - empresário, ex-secretário estadual de Educação
Patrimônio declarado: R$ 2.646.901,00
2º suplente: José de Macedo Ferreira (PMDB) – empresário do ramo imobiliário, presidente do PMDB em Arapiraca (AL). Foi vereador e secretário de Finanças em Arapiraca.
Patrimônio declarado: R$ 149.319,20

AMAZONAS

- Eduardo Braga (PMDB) 
Patrimônio declarado: R$ 16.487.003,64 
1º suplente: Sandra Braga (PMDB) – mulher do senador eleito, foi presidente do Conselho de Desenvolvimento Humano durante o governo do marido.
Patrimônio declarado: R$ 112.888,11
2º suplente: Lirio Parisotto (PMDB) – empresário, é dono do segundo maior patrimônio entre os suplentes.
Patrimônio declarado: R$ 616.053.939,68 


- Vanessa Grazziotin (PCdoB)
Patrimônio declarado: R$ 330.501,42 
1º suplente: Francisco Garcia (PP) – empresário, dono da Rádio e Televisão Rio Negro Ltda, afiliada da Rede Bandeirantes no Amazonas. Pai da deputada federal reeleita Rebecca Garcia (PP-AM), também foi deputado federal por dois mandatos e vice-governador do Amazonas. Preside o PP-AM.
A empresa J.G. Rodrigues & Cia LTDA., do suplente, doou R$ 250 mil para a campanha de Vanessa, segundo prestação de contas da candidata no TSE.
Patrimônio declarado: R$ 21.169.733,16 
2º suplente: Alzira Barros (PCdoB) – é vereadora em Iranduba.
Patrimônio declarado: R$ 300.000,00 

AMAPÁ

- Randolfe Rodrigues (Psol)
Patrimônio declarado: R$ 62.700,00
1º suplente: Clécio (Psol) – vereador em Macapá. Doou R$ 10 mil para a campanha do senador.
Patrimônio declarado: R$ 300.000,00
2º suplente: Marina Sá (Psol) – dona-de-casa
Patrimônio declarado: nenhum bem declarado


- Gilvam Borges (PMDB)
Patrimônio declarado: R$ 428.400,00
1º suplente: Geovani Borges (PMDB) – atual primeiro-suplente e irmão do senador. Foi deputado federal e prefeito de Santana. 
Patrimônio declarado: R$ 400.000,00
2º suplente: Salomão Alcolumbre Jr – Salomãozinho (PMDB) - empresário, é filho do suplente do senador José Sarney (PMDB), Salomão Alcolumbre.
Patrimônio declarado: R$ 2.099.798,40 


BAHIA


- Walter Pinheiro (PT)
Patrimônio declarado: R$ 907.144,55 
1º suplente: Roberto Muniz (PP) – engenheiro, foi secretário estadual de Agricultura e Reforma Agrária da Bahia no governo Jaques Wagner (PT). É deputado estadual. Foi prefeito de Lauro de Freitas. 
Patrimônio declarado: R$ 1.372.077,68 
2º suplente: Silvia Cerqueira (PRB) – advogada. É presidente da Comissão Nacional da Promoção da Igualdade, do Conselho Federal da OAB, e suplente do Conselho Federal da OAB.
Patrimônio declarado: nenhum bem declarado


- Lídice da Mata (PSB)
Patrimônio declarado: R$ 519.465,55
1º suplente: Nestor Duarte (PDT) – advogado, foi deputado federal. Doou R$ 25 mil para a campanha da senadora.
Patrimônio declarado: R$ 10.020.161,14
2º suplente: Juçara Feitosa (PT) – administradora, foi candidata a prefeita de Itabuna, é casada com o deputado Geraldo Simões (PT). Foi secretária municipal de Desenvolvimento Social durante a gestão do marido.
Nenhum bem declarado


CEARÁ


- Eunício Oliveira (PMDB)
Patrimônio declarado: R$ 36.737.673,19 
1º suplente: Waldemir Catanho (PT) – jornalista, foi secretário de Articulação Política da prefeita de Fortaleza, Luiziane Lins.  
Patrimônio declarado: R$ 25.000,00 
2º suplente: Miguel Dias de Souza (PRB) – empresário, presidente do Grupo Cidade de Comunicação (TV Cidade Fortaleza, afiliada da Record).  
Patrimônio declarado: R$ 3.466.126,05 
 
- José Pimentel (PT)
Patrimônio declarado: R$ 972.353,38
1º suplente: Sérgio Novais (PSB) – engenheiro, ex-deputado federal e ex-marido da prefeita de Fortaleza, Luizziane Lins. É presidente do diretório municipal do PSB.
Patrimônio declarado: R$ 599.542,37
2º suplente: Luis Carlos Paes (PCdoB) – servidor público federal, é presidente do diretório municipal do PCdoB. Foi vereador em Fortaleza.
Patrimônio declarado: R$ 562.211,91 

DISTRITO FEDERAL


- Cristovam Buarque (PDT)
Patrimônio declarado: R$ 1.026.310,64 
1º suplente: Wilmar Lacerda (PT) – servidor público federal, foi presidente regional do PT. Também presidiu o Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuária (Sinpaf).
Patrimônio declarado: nenhum bem declarado
2º suplente: Roberto Wagner (PRB) – advogado, é presidente do diretório regional do PRB.
Patrimônio declarado: R$ 2.401.409,29 


- Rodrigo Rollemberg (PSB)
Patrimônio declarado: R$ 671.484,00 
1º suplente: Hélio José (PT) – servidor público federal, é secretário de Assuntos Institucionais e Políticos do PT.
Patrimônio declarado: R$ 564.000,00 
2º suplente: Cláudio Avelar (PCdoB) – servidor público federal, foi presidente do Sindicato dos Policiais Federais no DF (Sindipol). Doou R$ 1 mil para a campanha.
Patrimônio declarado: R$ 846.000,00 

ESPÍRITO SANTO


- Ricardo Ferraço (PMDB)
Patrimônio declarado: R$ 1.107.857,66 
1º suplente: Sérgio de Castro (PDT) – industrial. É vice-presidente do Sistema Federação das Indústrias do Estado do Espírito Santo (Findes). Já foi presidente da Findes e da Associação dos Empresários da Serra (Ases).
Patrimônio declarado: R$ 6.000.926,24 
2º suplente: José Guidoni (PSB) – empresário, atua na exportação de granito. Doou R$ 50 mil para a campanha do senador. A empresa da família dele, a Mineração Guidoni LTDA, doou mais R$ 67,54 mil para a campanha.
Patrimônio declarado: nenhum bem declarado
- Magno Malta (PR)
Patrimônio declarado: R$ 941.639,00 
1º suplente: Paulo Antenor (PR) – servidor público federal. Presidente licenciado do Sindireceita (Sindicato Nacional da Carreira Auditoria da Receita Federal do Brasil).
Patrimônio declarado: R$ 1.334.383,92 
2º suplente: Enivaldo dos Anjos (PDT) – aposentado, ex-conselheiro do Tribunal de Contas do Espírito Santo. Foi deputado estadual.
Patrimônio declarado: R$ 920.000,00

GOIÁS


- Demóstenes Torres (DEM)
Patrimônio declarado: R$ 374.964,60
1º suplente: Wilder Morais (DEM) – empresário.
Doou R$ 700 mil para a campanha do senador por meio de sua empresa, a Orca Construtora e Concretos LTDA.
Patrimônio declarado: R$ 14.419.491,02 
2º suplente: José Eduardo Fleury (DEM) – produtor agropecuário, é presidente do Sindicato Rural de Quirinópolis (GO).
Patrimônio declarado: R$ 1.422.328,01 
- Lúcia Vânia (PSDB)
Patrimônio declarado: R$ 2.802.214,86 
1º suplente: Ione Borges (PTB) – médica cardiologista
Patrimônio declarado: R$ 5.628.931,44 
2º suplente: Maria Luiza de Aquino Machado (PTB) – aposentada
Patrimônio declarado: R$ 34.036,00


MARANHÃO


- Edison Lobão (PMDB)
Patrimônio declarado: R$ 5.093.842,25 
1º suplente: Lobão Filho (PMDB) – empresário e filho do senador, exerceu o mandato nesta legislatura enquanto o pai respondia pelo Ministério de Minas e Energia. É sócio da Rádio Curimã e da TV Difusora (repetidora do SBT). Doou R$ 10 mil para a campanha do senador por meio da Difusora Incorporação e Construção LTDA, da qual é sócio.
Patrimônio declarado: R$ 2.570.010,32
2º suplente: Heber Waldo Silva Costa [Pastor Bel (PMDB)] – é pastor da Assembleia de Deus no município de Poção de Pedras. Chegou a ser anunciado como candidato a senador, mas acabou como 2º suplente de Lobão.
Patrimônio declarado: R$ 59.700,00 

- João Alberto (PMDB)
Patrimônio declarado: R$ 2.143.591,97
1º suplente: Clóvis Fecury (PMDB) – empresário, deputado federal, é presidente estadual do DEM. 
Patrimônio declarado: R$  11.167.555,81 
2º suplente: Mauro Fecury (PMDB) – empresário, senador, era suplente de Roseana Sarney (PMDB), que deixou o Senado para assumir o governo do Maranhão. Foi deputado federal por quatro mandatos e duas vezes prefeito de São Luís.
Patrimônio declarado: R$ 20.386.066,78 

MINAS GERAIS


- Aécio Neves (PSDB)
Patrimônio declarado: R$  617.938,42 
1º suplente: Elmiro Nascimento (DEM) – deputado estadual, ex-prefeito de Patos de Minas.
Patrimônio declarado: R$ 15.955.406,75
2º suplente: Tilden Santiago (PSB) – ex-deputado federal, ex-embaixador brasileiro em Cuba, foi um dos fundadores do PT e da Central Única dos Trabalhadores. Trocou de partido em 2008 após assumir cargo de assessor especial na Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), no governo de Aécio Neves (PSDB).
Patrimônio declarado: R$ 70.000,00


- Itamar Franco (PPS)
Patrimônio declarado: R$ 1.767.812,05
1º suplente: Zezé Perrela (PDT) – empresário, ex-deputado federal, é atualmente deputado estadual. Foi presidente do Cruzeiro Esporte Clube e do Sindicato das Indústrias de Carne e Derivados e de Frios de Minas Gerais (Sinduscarne). Também foi diretor da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg).
Patrimônio declarado: R$ 490.077,56 
2º suplente: Elaine Matozinhos (PTB) – vereadora em Belo Horizonte, é advogada.
Patrimônio declarado: R$ 192.000,00

MATO GROSSO DO SUL


- Delcídio Amaral (PT)
Patrimônio declarado: R$ 2.563.542,00
1º suplente: Pedro Chaves (PSC) – empresário, foi presidente de Santa Casa e dono de universidade. 
Patrimônio declarado: R$ 69.308.265,00
2º suplente: Zonir Freitas Tetila (PT) – professora universitária aposentada, é mulher do ex-prefeito de Dourados (MS) Laerte Tetila.
Patrimônio declarado: R$ 53.690,15 


- Waldemir Moka (PMDB)
Patrimônio declarado: R$ 340.997,41
1º suplente: Antonieta Trad (PMDB) – secretária de Ações Sociais e Cidadania de Campo Grande e primeira-dama do município. É casada com o prefeito Nelsinho Trad. 
Patrimônio declarado: R$ 1.306.471,73
2º suplente: Gino Ferreira (DEM) – vereador em Dourados. Doou R$ 50 mil para a eleição do senador.
Patrimônio declarado: R$ 5.140.000,00 

MATO GROSSO


- Blairo Maggi (PR)
Patrimônio declarado: R$ 152.470.034,00 
1º suplente: José Aparecido dos Santos, Cidinho (PR) – empresário, ex-secretário estadual de Assuntos Estratégicos, ex-prefeito de Nova Marilândia e ex-presidente da Associação Matogrossense de Municípios. Doou R$ 155.600 para a campanha do senador.
Patrimônio declarado: R$ 6.539.724,44
2º suplente: Rodrigues Palma (PR) – ex-deputado estadual e federal e ex-prefeito de Cuiabá. Foi secretário-adjunto de Indústria e Comércio no governo de Blairo.
Patrimônio declarado: R$ 2.732.759,60 

- Pedro Taques (PDT)
Patrimônio declarado: R$  972.900,00 
1º suplente: José Antonio Medeiros (PPS) – agente da Polícia Rodoviária Federal. É presidente do PPS em Rondonópolis.
Patrimônio declarado: R$ 380.000,00
2º suplente: Paulo Fiuza (PV) – empresário, foi vice-presidente da Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt). Foi candidato a prefeito de Sinop em 2008, mas não se elegeu.
Patrimônio declarado: R$  7.000.000,00 

PARÁ


- Flexa Ribeiro (PSDB)
Patrimônio declarado: R$ 8.547.965,50 
1º suplente: Nicias Ribeiro (PSDB) – engenheiro eletrônico, ex-deputado federal.
Patrimônio declarado: R$  605.000,00 
2º suplente: Bia Cardoso (PPS) – jornalista, ex-repórter da TV Liberal, é dona do jornal Opinião. É casada com o deputado estadual João Salame (PPS).
Patrimônio declarado: R$ 55.000,00 


- Marinor Brito (Psol)
Patrimônio declarado: R$  31.500,00 
1º suplente: Dida Pantoja (Psol) – bancário e economiário
Patrimônio declarado: R$ 120.000,00
2º suplente: Félix Urano Gama de Souza, Tibirica (Psol) – professor do ensino fundamental
Patrimônio declarado: nenhum bem declarado

PARAÍBA


- Vitalzinho (PMDB)
Patrimônio declarado: R$ 888.842,05 
1º suplente: Raimundo Lira (PMDB) – empresário, foi senador entre 1987 e 1995. Doou R$ 870.000 para a campanha do senador eleito.
Patrimônio declarado: R$ 54.343.693,03 
2º suplente: Tavinho Santos (PTB) – vereador em João Pessoa. Doou R$ 1,6 mil para a campanha do senador eleito.
Patrimônio declarado: R$ 821.686,12 


- Wilson Santiago (PMDB)
Patrimônio declarado: R$ 659.809,28 
1º suplente: Marcondes Gadelha (PSC) – deputado. Foi um dos denunciados pela CPI dos Sanguessugas. No dia 20 de dezembro de 2006, o Conselho de Ética arquivou a denúncia contra Gadelha, alegando que o pedido da CPI era “inepto”, pois não havia indícios da participação dele no esquema de irregularidades.
Patrimônio declarado: R$ 836.719,89
2º suplente: Sanny Japiassu (PMDB) – procuradora do Estado, é irmã do vereador Perón Japiassu, de Campina Grande.
Patrimônio declarado: R$ 179.376,14 


- PERNAMBUCO


Armando Monteiro (PTB)
Patrimônio declarado: R$ 1.232.452,74 
1º suplente: Douglas Cintra (PTB) – empresário, preside a Associação Pernambucana de Atacadistas e Distribuidores (Aspa). Foi secretário de Relações Institucionais e secretário de Desenvolvimento Econômico de Caruaru.
Patrimônio declarado: R$ 4.191.367,84 
2º suplente: José Rodrigues (PSB) – agricultor e sindicalista. Presidiu a Federação dos Trabalhadores em Agricultura de Pernambuco (Fetape).
Patrimônio declarado: R$ 133.388,59 


- Humberto Costa (PT)
Patrimônio declarado: R$ 381.603,89 
1º suplente: Joaquim Francisco (PSB) – advogado. Foi ministro do Interior no governo Sarney, prefeito de Recife, governador de Pernambuco, deputado federal e consultor do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).
Patrimônio declarado: R$ 1.840.398,38 
2º suplente: Maria de Pompeia Lins Pessoa (PT) – engenheira eletricista. É presidente da Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU).
Patrimônio declarado: R$ 1.043.982,00


- PIAUÍ


Wellington Dias (PT)
Patrimônio declarado: R$ 371.487,32
1º suplente: Regina Sousa (PT) – bancária e economiária. Foi secretária estadual de Administração no governo de Wellington Dias. Doou R$ 3 mil para a campanha do senador.
Patrimônio declarado: R$ 214.800,98 
2º suplente: José Santana (PMDB) – advogado. Foi diretor de Finanças da Assembleia Legislativa.  Doou R$ 500 para a campanha do senador.
Patrimônio declarado: R$ 927.187,39 

- Ciro Nogueira (PP)
Patrimônio declarado: R$ 1.972.460,32 
1º suplente: João Claudino Fernandes (PRTB) – empresário, pai do senador João Claudino Vicente (PTB). Tem o maior patrimônio declarado entre os eleitos. É o terceiro candidato mais rico destas eleições. Uma de suas empresas, a Claudino S/A Lojas de Departamentos, doou R$ 5.688,00 para a campanha do senador. É dono da TV Sucesso.
Patrimônio declarado: R$ 623.564.284,55 
2º suplente: José Amauri (PRTB) – industrial
Patrimônio declarado: R$ 619.688,38 

PARANÁ


- Gleisi Hoffmann (PT)
Patrimônio declarado: R$ 659.846,00
1º suplente: Sérgio Souza (PMDB) – advogado
Patrimônio declarado: R$ 936.847,24 
2º suplente: Pedro Tonelli (PT) – ex-deputado estadual e federal. É assistente da Coordenação de Meio Ambiente na Itaipu Binacional. Doou R$ 1 mil para a campanha da senadora eleita.
Patrimônio declarado: R$ 638.825,56


- Roberto Requião (PMDB)
Patrimônio declarado: R$ 797.262,00
1º suplente: Chico Simeão (PMDB) – empresário do ramo de pneus recauchutados. Doou R$ 1.007.138,70 para a campanha de Requião. Isso equivale a um terço de todo o montante arrecadado, segundo a prestação de contas do candidato, que foi de R$ 3.098.943,30. Foi secretário da Indústria e Comércio do Estado do Paraná, de 1983 a 1986, no governo José Richa.
Patrimônio declarado: R$ 16.929.476,00.
2º suplente: Luis Mussi (PMDB) – empresário, dono da Rede Mercosul de Comunicação (Canal 21). Foi secretário da Indústria, Comércio e Mercosul e secretário especial do governo Requião.
Patrimônio declarado: R$ 5.263.074,00 

RIO DE JANEIRO


- Lindberg Farias (PT)
Patrimônio declarado: R$ 194.861,80 
1º suplente: Olney Botelho (PDT) – empresário, deputado estadual.
Patrimônio declarado: R$ 845.213,02 
2º suplente: Emir Sader (PT) – sociólogo, professor da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj). É mestre em filosofia e doutor em ciência política.
Patrimônio declarado: R$ 743.000,00


- Marcelo Crivella (PRB)
Patrimônio declarado: R$ 739.111,00 
1º suplente: Eduardo Lopes (PRB) – paramédico. É deputado federal, assumiu como suplente de Alexandre Cardoso (PSB) em 2007. É bispo da Igreja Universal do Reino de Deus. Dono da Rádio Contemporânea.
Patrimônio declarado: R$ 411.975,84 
2º suplente: Tânia Bastos (PRB) – pedagoga e vereadora. É presidente municipal do PRB.  É ligada à Igreja Universal do Reino de Deus.
Patrimônio declarado: R$ 39.575,00 


RIO GRANDE DO NORTE


Garibaldi Alves Filho (PMDB)
Patrimônio declarado: R$ 955.483,65 
1º suplente: Paulo Davim (PV) – médico, é deputado estadual
Patrimônio declarado: R$ 541.198,80 
2º suplente: Max Andrade (PR) – dentista, foi vice-prefeito de Nova Cruz. É irmão do atual prefeito do município, João Paulo Andrade.
Patrimônio declarado: R$ 175.000,00 


José Agripino (DEM)
Patrimônio declarado: R$ 4.225.168,10 
1º suplente: João Faustino (PSDB) – ex-deputado federal, é hoje suplente do senador Garibaldi Alves Filho (PMDB), a quem substituiu durante o processo eleitoral.
Patrimônio declarado: R$ 3.080.220,03
2º suplente: Valério Marinho (PSDB) – advogado, é pai do deputado federal Rogério Marinho, único da bancada que não conseguiu se reeleger na Câmara. Foi presidente da OAB-RN.
Patrimônio declarado: R$ 403.853,91 


RONDÔNIA


- Valdir Raupp (PMDB)
Patrimônio declarado: R$ 728.607,29 
1º suplente: Tomas Correia (PMDB) – advogado, foi deputado estadual e prefeito de Porto Velho. Na eleição de 2002, na qual se tornou primeiro suplente pela primeira vez, doou R$ 31,7 mil para a campanha de Raupp. Doou R$ 13 mil para a campanha.
97.314,08
2º suplente: Pastor Manoel Ângelo (PMDB) – é vice-presidente da Assembleia de Deus (4ª Região)
Patrimônio declarado: R$ 320.000,00 


- Ivo Cassol (PP)
Patrimônio declarado: R$ 29.874.832,00 
1º suplente: Reditário Cassol (PP) – empresário, pai do senador Ivo Cassol, foi deputado estadual e federal e prefeito de Colorado do Oeste.
Patrimônio declarado: R$ 8.972.914,00
2º suplente: Odacir Soares (PSL) – advogado, foi senador entre 1983 e 1999. Concorreu a deputado federal em 2006, mas não se elegeu.
Patrimônio declarado: nenhum bem declarado


RORAIMA


- Romero Jucá (PMDB)
Patrimônio declarado: R$ 607.901,41
1º suplente: Wirlande da Luz (PMDB) - médico, é atual primeiro-suplente do senador. Foi secretário municipal de Saúde de Boa Vista.
Patrimônio declarado: R$ 414.324,14
2º suplente: Sander Salomão (PMDB) – empresário, foi presidente da Junta Comercial de Roraima.
Patrimônio declarado: R$ 2.499.482,61 
- Ângela Portela (PT)
Patrimônio declarado: R$ 583.939,00 
1º suplente: Nagib Lima (PT) – servidor público federal, é assessor especial  da Casa Civil da Presidência da República em Roraima. Doou R$ 7.500,00 para a campanha da senadora.
36.458,00 
2º suplente: Pablo Sérgio (PT) – jornalista.
Patrimônio declarado: nenhum bem declarado

RIO GRANDE DO SUL


- Paulo Paim (PT)
Patrimônio declarado: R$ 1.045.831,44 
1º suplente: Veridiana Tonini (PT) – professora do ensino médio, é vereadora em Guaporé
Patrimônio declarado: R$ 35.000,00 
2º suplente: Gilberto Corazza (PT) – professor do ensino médio, é vereador em Santo Ângelo
Patrimônio declarado: R$ 74.584,16 


- Ana Amélia Lemos (PP)
Patrimônio declarado: R$ 1.262.198,42
1º suplente: José Alberto Wenzel (PSDB) – geólogo, é assessor do gabinete da governadora Yeda Crusius, de quem foi chefe da Casa Civil e secretário de Relações Institucionais. Foi prefeito de Santa Cruz do Sul e secretário estadual de Meio Ambiente.
Patrimônio declarado: R$ 525.008,58 
2º suplente: Márcio Turra (PP) – médico, é filho do ex-deputado e ex-ministro da Agricultura Francisco Turra.
Patrimônio declarado: R$ 1.105.263,44 


SANTA CATARINA


- Luiz Henrique da Silveira (PMDB)
Patrimônio declarado: R$ 576.902,14 
1º suplente: Dalírio Beber (PSDB) – advogado, presidente de honra do PSDB-SC. Foi presidente da Agência de Fomento de Santa Catarina (Badesc) no governo Luiz Henrique. Doou R$ 1,5 mil para a campanha do senador. Doou mais R$ 3 mil pela Orbi Empreendimentos Imobiliárias, da qual é sócio.
Patrimônio declarado: R$ 2.224.543,53 
2º suplente: Antonio Gavazzoni (DEM) – advogado, foi secretário da Fazenda no governo Luiz Henrique. Doou R$ 3.500 para a campanha do senador.
Patrimônio declarado: R$ 816.754,40 


- Paulo Bauer (PSDB)
Patrimônio declarado: R$ 556.000,00 
1º suplente: Cesar Souza (DEM) – empresário, ex-deputado estadual e federal, ex-vereador de Florianópolis.
Patrimônio declarado: R$ 4.391.812,42 
2º suplente: Athos de Almeida Lopes (PMDB) – agrônomo, ex-secretário da Agricultura. Foi prefeito de Campos Novos e presidente da Associação dos Municípios do Meio-Oeste de Santa Catarina.
Patrimônio declarado: R$ 569.098,17 

SERGIPE


- Eduardo Amorim (PSC)
Patrimônio declarado: R$ 210.077,58
1º suplente: Laurinho da Bonfim (PR) – empresário
4.527.112,65
2º suplente: Kaká Andrade (PDT) – servidor público estadual, é secretário municipal de Finanças de Canindé.
Patrimônio declarado: R$ 312.452,20 


- Antonio Carlos Valadares (PSB)
Patrimônio declarado: R$ 578.709,45 
1º suplente: José Eduardo Dutra (PT) – geólogo, ex-senador, ex-presidente da Petrobras, é presidente nacional do PT. Foi um dos coordenadores da campanha da presidente eleita, Dilma Rousseff.
Patrimônio declarado: R$ 1.550.000,00 
2º suplente: Elber Batalha (PSB) – advogado, foi vereador em Aracaju.
Patrimônio declarado: R$ 1.506.556,54 

SÃO PAULO


- Aloysio Nunes (PSDB)
Patrimônio declarado: R$ 1.869.799,46 
1º suplente: Airton Sandoval (PMDB) – advogado, ex-deputado federal e secretário do PMDB-SP.
Patrimônio declarado: R$ 809.321,21
2º suplente: Marta Costa (DEM) – vereadora em São Paulo. É filha do pastor José Wellington Bezerra da Costa, presidente da Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil e do Ministério do Belém.
Patrimônio declarado: R$ 843.524,58  

- Marta Suplicy (PT)
Patrimônio declarado: R$ 11.992.636,40
1º suplente: Antonio Carlos Rodrigues (PR) – formado em Direito, é vereador e presidente da Câmara Municipal de São Paulo. Foi secretário estadual adjunto de Esportes e Turismo (1989-1990) e secretário municipal de Serviços Públicos de Guarulhos. Doou R$ 10.000 para a campanha da senadora.
Patrimônio declarado: R$ 807.061,71 
2º suplente: Paulo Frateschi (PT) – professor do ensino médio, sociólogo, é secretário nacional de Organização do PT. Foi deputado estadual em São Paulo.
Patrimônio declarado: R$ 309.053,39 

TOCANTINS


- João Ribeiro (PR)
Patrimônio declarado: R$ 2.182.394,09 
1º suplente: Ataídes de Oliveira (PSDB) – empresário, é o atual primeiro-suplente do senador
Patrimônio declarado: R$ 15.415.342,78
2º suplente: Pastor Amarildo (PSC) – pastor, ex-deputado federal e presidente regional do PSC.
Patrimônio declarado: R$ 485.462,03 


- Marcelo Miranda (PMDB)
Patrimônio declarado: R$ 2.170.911,03 
1º suplente: Eudoro Pedroza (PMDB) – advogado e ex-secretário estadual da Indústria e Comércio. Foi deputado federal.
Patrimônio declarado: R$ 1.270.442,38
2º suplente: Brito Miranda (PMDB) – advogado, pai do senador. Foi deputado estadual por Goiás e secretário de Infraestrutura no governo do filho e também no governo anterior, de Siqueira Campos. Doou R$ 13.000,00 para a campanha do senador.
Patrimônio declarado: R$ 1.803.635,67


Leia também:


Dos 108 suplentes, só 16 são mulheres

Suplente de Garibaldi vira suplente de Agripino 

Cientista político defende extinção do suplente 

Quem são os 108 novos suplentes de senador

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!