“Os candidatos apoiados pela Presidência fracassaram”, diz Moro

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro analisou na noite deste domingo (15) os resultados preliminares das eleições municipais de 2020. Ele vislumbra um cenário de fragmentação, sem um claro vencedor nacional.

“Há alguns resultados interessantes,os candidatos apoiados pela Presidência fracassaram”, escreveu ele no Twitter. Moro deixou o governo Jair Bolsonaro após uma série de desentendimentos com o presidente, a quem acusou de tentar interferir politicamente na Polícia Federal. O ex-juiz da Lava Jato também avaliou que o Psol tornou-se “o partido de esquerda mais relevante”.

O nome de Moro vem sendo aventado para uma eventual chapa à Presidência em 2022.Na semana passada, a Folha de S.Paulo revelou um encontro entre o ex-ministro e o apresentador de TV Luciano Huck. Segundo o jornal, os dois se encontraram em Curitiba (PR) para discutir o cenário político nacional. O nome do ex-juiz não é bem aceito por integrantes integrantes da centro-direita e ele foi alvo de fortes de críticas do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Moro e Huck ainda não possuem filiação partidária.

Roberto Freire: Cidadania espera Huck com tapete vermelho e não veta Moro

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!