Haddad chama Olavo de Carvalho de “lixo humano” e dispara contra Eduardo Bolsonaro

O ex-prefeito de São Paulo e ex-ministro da Educação Fernando Haddad (PT) se irritou com o escritor Olavo de Carvalho que fez referência a um processo por corrupção e lavagem de dinheiro aberto em 2018 contra ele. Pelo Twitter, o ex-candidato a presidente chamou Olavo de "lixo humano" e disse que o processo já foi arquivado.

Haddad ainda respondeu o deputado Eduardo Bolsonaro, filho do presidente, que reproduziu a publicação de Olavo como se a abertura do processo fosse uma notícia do dia. A ação, no entanto, foi arquivada pela Justiça em 27 de fevereiro deste ano.

O caso citado por Olavo e Eduardo diz respeito à denúncia aceita pela Justiça, em 19 de novembro de 2018, de que o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto negociou com a empreiteira UTC Engenharia valor para pagamento de dívida da campanha de Haddad para a prefeitura de São Paulo. Haddad virou réu no processo, originário da Operação Lava Jato, uma semana antes do segundo turno. A suspeita era de que Haddad havia pedido R$ 2,6 milhões em propina à empreiteira.

> Olavo versus militares: populismo ou institucionalismo?

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!