Estamos mudando o site. Participe enviando seus comentários por aqui.

Adversários de Meirelles são “uns pobres coitados”, diz Temer

O presidente Michel Temer atacou os adversários de Henrique Meirelles na disputa à Presidência logo após a confirmação da candidatura própria do MDB. "[Nossos adversários] são uns pobres coitados. Como não têm projeto, vão para a baixaria. Nós não somos pigmeus. O MDB é feito de gigantes", disse para aplausos de lideranças e militantes emedebistas.

Temer defendeu o legado de seu governo e destacou o papel de Henrique Meirelles na condução da economia enquanto comandou o Ministério da Fazenda. Segundo ele, como presidente, Meirelles poderá fazer muito mais e alcançar até um segundo mandato consecutivo.

"Se em dois anos de governo, com você na frente da economia, nós conseguimos realizar tudo aquilo que tá no vídeo, imagine o que o Meirelles fará em quatro, talvez oito anos"

O presidente disse, ainda, que Meirelles dará continuidade "às reformas de que o país ainda precisa". Antes da convenção, o senador Renan Calheiros (MDB-AL) criticou a candidatura do ex-ministro e a chamou de “mico”. Segundo ele, Meirelles atrapalhará a composição de palanques estaduais e será contaminado pela “impopularidade universal” de Temer. Esta é a primeira vez que o MDB lança candidato próprio desde 1994, quando concorreu com Orestes Quércia.

<< MDB aprova candidatura de Meirelles à Presidência com 85% dos votos

Continuar lendo