NOVO aponta Vinícius Poit como pré-candidato a governo de SP em 2022

Deputado federal pelo NOVO, Vinícius Poit (SP) foi escolhido pré-candidato ao governo do estado de São Paulo pelo partido. De acordo com a legenda, o nome do parlamentar, enquanto primeiro nome da sigla liberal para as eleições de 2022, foi "aprovado" nesta sexta-feira (16), em um processo seletivo.

Empresário de primeiro mandato, Poit disse acreditar que a legenda, fundada em 2011, chegará unida para a eleição do ano que vem e defendeu uma mudança de paradigma político no estado mais populoso do país.

"A política em São Paulo tem que ter oxigenação, tem que ter representatividade e sucessão", disse ao Congresso em Foco, antes de apelar ao bairrismo do estado. "Não pode um estado como São Paulo, que leva o Brasil - com todo o respeito aos demais - ser governado consecutivamente pelo mesmo partido e pela mesma dinâmica."

Poit tem 35 anos. Quando ele tinha oito anos, em 1994, Mario Covas ganhou a primeira eleição pelo PSDB para o governo do estado. Desde então, o comando de São Paulo é dividido entre tucanos e peemedebistas. O pré-candidato do NOVO aposta no discurso de que, em 2022, o desfecho pode ser distinto. Ele defende que o paulista não quer alguém "politizando" temas, como faz o presidente da República, e comentou que já trabalha em um plano de governo. Ainda conforme Poit, uma minuta desse plano foi apresentada na "entrevista de emprego" que fez para a legenda.

O NOVO chegou a integrar a base de apoio à gestão do presidente Jair Bolsonaro, mas a aliança começou a rachar no ano passado. O fundador e presidente da sigla, João Amoedo chegou a acenar com uma candidatura à presidência da República em 2022, mas divergências internas fizeram com que o empresário recuasse. Internamente, duas correntes rechaçam qualquer apoio bolsonarista e pedem o impeachment do presidente, como ensaia o próprio Amoedo. Persiste, porém, um grupo que segue alinhado às ideias e propostas do governo.

Questionado se este racha poderia prejudicar o NOVO ano que vem, Poit minimizou os atritos. "O partido está no bom caminho e vem, cada vez mais, com uma união maior", disse, completando: “o partido, assim como toda instituição, vai crescendo e encontrando pessoas que pensam diferente". A chave, segundo o parlamentar, é focar nos 90% onde há consenso, "e não nos 10% que pensam diferente". Vinicius Poit também comentou ser “natural" que algumas pessoas deixem a legenda até 2022, mas não citou nomes.


> Namorado de Marina Ruy Barbosa votou de Cannes no aumento do fundão
> Pazuello negociou a Coronavac pelo triplo do preço com empresa intermediária

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito.
Mantenha o Congresso em Foco na frente.
JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo