MP da Liberdade Econômica: votação no Senado fica para esta quarta-feira

O ministro Paulo Guedes foi ao Senado nesta terça-feira (20) para conversar com os líderes da Casa sobre o novo pacto federativo que o Senado busca construir com o governo. A conversa, porém, se estendeu por horas e fez o presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), cancelar a ordem do dia. Com isso, foi adiada a votação de outro projeto considerado fundamental para o governo: a MP da Liberdade Econômica.

> Governo concentra esforços para aprovar MP da Liberdade Econômica

Aprovada na semana passada na Câmara dos Deputados, a medida provisória que quer garantir o livre mercado no Brasil  era o primeiro item da pauta de votações do Senado nesta terça-feira. Afinal, precisa ser aprovada na Casa até o próximo dia 27 para não caducar e, por isso, trancou a pauta do plenário do Senado. Com a suspensão da ordem do dia, portanto, ficou para ser votada nesta quarta-feira (22).

Relator da matéria na Câmara, o deputado Jerônimo Goergen (PP-RS) participou da reunião sobre o pacto federativo que foi realizada entre os líderes partidários do Senado e Guedes nesta terça-feira. Na saída, ele garantiu que a matéria não enfrenta resistências relevantes e deve ser aprovada pelos senadores.

LDO
Antes da MP da Liberdade Econômica, cuja votação está prevista para começar às 16h no Senado; o Congresso Nacional deve votar a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2020. É que foi convocada uma sessão do Congresso para as 11h desta quarta-feira para que deputados e senadores avaliem o texto e os vetos que já foram apresentados a ele.

> MP da Liberdade Econômica é aprovada na Câmara. Veja os votos

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!