Bolsonaro vira réu no STF por apologia ao estupro

ação penalDireitos humanosestuproimunidade parlamentarinjúriaJair BolsonaroLuiz FuxMarco Aurélio de MelloMaria do RosáriopicturesprocessosréuSTFviolência
Comentários (3)
Comentar
  • Jorge Alberto P Silva

    Uma reportagem do UOL, compara a infração cometida pelo presidiário condenado a doze anos, ao Candidato a presidente Jair Bolsanaro, que se condenado a pena máxima seria de menos de um ano e está prescrita, tentam de toda forma achar um jeito, de ligarem coisas tão diferentes que chega a ser ridículo, ou as pessoas que dão palpites como especialistas as matérias são mal intencionadas ou não são especialistas; UOL pare de fazer politíca querendo que o nove dedos apareça;

  • Carneiro

    Se Bolsonaro fosse uma lei seria julgado inconstitucional!

  • Valdir

    CF, vocês deveriam pelo menos ser imparciais e divulgar o primeiro vídeo que deu origem a toda essa celeuma. É o vídeo que mostra que quem fez agressão gratuita foi a deputada que o chamou de “estuprador”, inclusive interrompendo a entrevista que ele estava dando à imprensa.
    Também deveriam fazer alarde com o fato de que quando ela era da CPI da Pedofilia e foi dar um flagrante no RS, e um dos pedófilos era seu cunhado.
    O Bolsonaro foi muito ingênuo em ter respondido a essa mulher. Ele deveria ter ficado calado, pegado cópia dela o chamando de “estuprador” e ele ter entrado com ação contra ela.
    Ninguém é a favor de estupro, mas também ninguém merece ser taxado de estuprador, assim do nada e ainda ouvir que vai levar uma bofetada!
    Só como termo de comparação, quando o tal do Zé Abreu cuspiu no rosto daquela senhora, cuja ofensa chega a ser elogio diante da ofensa da deputada, a mídia toda deu o maior apoio a ele, inclusive essa deputada e as outras que se dizem defensoras dos direitos das mulheres. Tempo no Faustão! Onde fica a coerência?
    https://www.youtube.com/watch?v=WvPT-4CxAAU
    https://www.youtube.com/watch?v=hjT6MCK_OR4