O papel dos robôs e das redes sociais nas eleições

algoritmobotsBrexitcorrida presidencialDonald Trumpeleiçõeseleições 2018Eunício OliveiraFacebookfake newsFernando HaddadGeraldo Alckmininstagraminteligência artificialinternetJair Bolsonaroredes sociaisrobôsTecnologiaTwitter
Comentários (4)
Comentar
  • Alan Marcel

    Explica aí o DRIVE de HADDAD com varias fakenews contra Bolsonaro. Quero ver se vocês são honestos de verdade.

  • Fábio

    Os especialistas arriscam explicações intrincadas para justificar a queda do establishment esquerdista. É tudo mais simples: as pessoas não estão satisfeitas e querem mudança.
    Redes sociais todo mundo usa. A questão é que Bolsonaro tem mais apoiadores, por isso suas mensagens tem mais dispersão. Nada mais que isso.
    E sim: o jeito antigo de fazer campanha não tem mais impacto. Tempo de televisão virou um ativo irrelevante. Nisto eu concordo.

  • 13582196

    Hoje já temos até “Deep Fake” para produzir vídeos falsos do Obama e do Dória, além de programas toscos para emitir opiniões pré-gravadasnas redes.
    Muito em breve teremos “Inteligência artificial” fazendo propaganda política, como se fosse humanos ou mortadelas petralhas, e se linchando virtualmente na internet.
    E um dia talvez, essas Inteligências artificiais produzam conteúdo jornalistico no lugar de panfleteiros militantes que se autodenominam jornalistas!…

    • Fábio

      Este último parágrafo é alvissareiro kkkk