Bolsonaro sanciona teto para o ICMS dos combustíveis, mas veta regra em favor da educação e da saúde

CombistíveisICMSJair Bolsonaroministério da economiauniãovetos
Comentários (1)
Comentar